CBF mantém centralização de credenciamento da imprensa em seus jogos

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu manter o credenciamento da imprensa em jogos da entidade, incluindo o Brasileirão e na Copa do Brasil. Desta forma, as equipes esportivas seguem tendo que pedir autorização à entidade máxima do futebol para levar profissionais da emissora aos estádios.

“Em atenção ao assunto em referência, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reitera que, em conformidade com o Regulamento Geral das Competições (RGC) e com os respectivos Regulamentos Específicos de cada campeonato (RECs), os processos de credenciamento e operação de imprensa das partidas das competições coordenadas pela CBF são de exclusiva competência desta Confederação, ou de quem for por ela designado expressamente”, disse o comunicado da CBF na tarde deste sábado (7).

Em texto publicado em seu portal em 4 de maio, a ACERJ (Associação de Cronistas Esportivos do Rio de Janeiro ) emitiu um comunicado informando como os órgãos de imprensa deveriam proceder para levar suas equipes aos jogos neste fim de semana.

Na ocasião, a informação permitia que os órgãos de imprensa poderiam pedir o credenciamento diretamente à ACERJ ou ARFOC (Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio de Janeiro) para as partidas envolvendo todas as séries do Brasileirão e para a Copa do Brasil envolvendo o mando de campo dos times do Rio.

Para tal pedido, a ACERJ informou que os associados deveriam estar em dia com suas anuidades, deverão portar o crachá nós estádios e que as quantidades estipuladas pela CBF seguiam inalteradas.

Entretanto, a CBF entende que o credenciamento é de sua responsabilidade: “[…] estabelece também como competência da Federação Estadual, no âmbito das competições organizadas pela CBF, administrar o acesso exclusivo à área de entorno do campo de jogo, restringindo-o às pessoas em serviço e credenciadas, identificadas por braçadeiras, crachás ou jalecos, conforme quantitativos e determinações especificados no REC de cada competição, o que não significa executar o processo de credenciamento em si, a menos quando expressamente autorizado pela CBF”, conclui.

O Audiência Carioca procurou a ACERJ na tarde deste sábado (7), após o comunicado da CBF, para questionar se haverá uma excepcionalidade para o credenciamento dos jogos no Rio de Janeiro junto com a entidade máxima do futebol brasileiro. Caso tenhamos posicionamento, este espaço será atualizado.

Os diversos condicionamentos da CBF na cobertura de seus jogos vêm deixando profissionais do meio insatisfeitos com a quantidade de regras estabelecidas. Antes da pandemia, os órgãos só precisavam pedir credenciamento em jogos com maior apelo público diretamente as associações de cada estado.

Atualização: 07/05/2022 – 17:05

TELEGRAM: RECEBA O CONTEÚDO DO AC EM TEMPO REAL!

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem [capa]: Freepik

Advertisement