Justiça ordena que Sikêra Jr. indenize Xuxa após ataques no Alerta Nacional

Os discursos de Sikêra Jr. contra Xuxa prometem doer no bolso do apresentador. A Justiça condenou o titular do Alerta Nacional a indenizar a loira em R$ 300 mil por danos morais. O caso está sendo tratado pela 3º Vara Cível de Osasco.

Nesta quinta-feira (24), a juíza Ana Cristina Ribeiro Bonchristian julgou procedente o pedido feito pela defesa de Xuxa, em primeira instância. Entretanto, em vez dos R$ 500 mil pedidos, a juíza definiu o pagamento em R$ 300 mil, corrigidos monetariamente. Sikêra e a emissora terão que arcar com os custos do processo, avaliados em 20% do valor do dano [R$ 60 mil]. O caso ainda cabe recurso.

A briga entre Sikêra Jr. e Xuxa começou em 2020, após a apresentadora compartilhar um vídeo exibido no Alerta Nacional onde um homem abusava de uma égua. Sikêra mostrou o caso em tom de humor e ainda convidou dois integrantes a reproduzirem o conteúdo no palco. Xuxa criticou a atitude e, a partir daí, o apresentador da RedeTV! respondeu à loira em tom de ataque.

OUTRAS TRETAS

Assim como a maioria dos ‘haters’ de Xuxa, Sikêra começou a citar cenas de ‘Amor, Estranho Amor’ associando o filme à pedofilia.

Além disso, o apresentador recordou que Xuxa havia dito em entrevistas que D. Alda Meneghel (1937-2018) fazia uso do canabidiol, princípio ativo da maconha, e que as declarações soavam como apologia às drogas.

Outra crítica de Sikêra também mirava no livro Maya, o Bebê Arco-Íris. Xuxa foi uma das incentivadoras da obra que contava a história de sua afilhada, fruto de uma relação entre duas mulheres. As declarações em forma de ataque, no entendimento de Xuxa e sua defesa, ultrapassam o limite da liberdade de expressão.

TELEGRAM: RECEBA O CONTEÚDO DO AC EM TEMPO REAL!

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem [capa]: Reprodução Internet e TV / Montagem

Advertisement