Cissa Guimarães fala sobre motorista que matou o filho no Rio: “Está nas trevas”

Durante participação no quadro Arquivo Pessoal, do Faustão na Band, Cissa Guimarães voltou a falar sobre a morte de Rafael Mascarenhas (1991-2010), atropelado no então túnel Acústico, na zona sul do Rio, em julho de 2010.

Nesta quarta-feira (23), o apresentador quis saber sobre o rapaz que atropelou Rafael: “Não prestaram socorro. Corromperam a polícia… Praticaram corrupção, largaram meu filho ali. Foram presos, ficaram acho que dois dias, o pai, que praticou a corrupção, e o filho, e saíram. Eu batalhei muito, Fausto. Continuo batalhando do jeito que eu posso. É uma impunidade absurda… Mas, são meandros da nossa justiça… Impunidade total”, disse a atriz e apresentadora, de 64 anos.

Rafael Bussamra foi indiciado por homicídio doloso, quando há a intenção de matar, por conta da prática de um racha no túnel. Roberto Bussamra, pai do infrator, também respondeu judicialmente, após oferecer propina a policiais e evitar a prisão em flagrante do filho.

Em 2016, Rafael Bussamra foi condenado a a 3 anos e seis meses de prisão em regime semiaberto, revertida em prestação de serviços à comunidade, além de ser proibido de dirigir pelo mesmo período. Roberto Bussamra foi condenado a 3 anos, 10 meses e 20 dias de reclusão por corrupção ativa e também conseguiu a substituição da pena.

“Eu batalhei tanto, mas é uma impunidade absurda. Eu não vou dizer que tenho pena, mas meu filho está na luz. Vocês estão nas trevas, nessa dimensão, não tem mais vida. O que é mais louco é que essa família, essa mãe desse rapaz que atropelou meu filho, nunca sequer me procurou… Eu encontrei com eles no julgamento, cabeça baixa. Eles saíram do Rio de Janeiro, se esconderam”, concluiu Cissa.

TELEGRAM: RECEBA O CONTEÚDO DO AC EM TEMPO REAL!

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução TV

Advertisement