Nazira descobre o “sangue” de Samira e festeja o uso do véu, em O Clone

A vida de Samira (Sthefany Brito) não anda fácil. Criada no Brasil, a jovem é progressista e não deseja fazer o uso do véu. Além do mais, também deseja estudar e escolher o seu marido. Tudo muito diferente dos costumes, acolhidos por Mohammed (Antônio Calloni). Todos aguardam, ansiosamente, pelo sangue de Samira.

Inicialmente, ela escondeu de todos a sua primeira menstruação. Só que Latiffa (Letícia Sabatella) acabou descobrindo a menarca da filha e foi buscar um diálogo com a adolescente. Naquele momento, Samira conseguiu que a mãe ficasse em silêncio, mesmo sabendo que não será por muito tempo.

SAMIRA DÁ O GOLPE

Só que, agora, Nazira e Khadija (Carla Diaz) vão descobrir a menstruação de Samira. “O sangue de Samira, desceu”, grita a irmã de Mohammed, promovendo uma grande alegria familiar. Nos costumes do Marrocos, a menstruação é vista com alegria, pois representa fertilidade.

Só que Samira é astuciosa e vai saber, por ora, dar a volta por cima. A adolescente dirá à família que cortou o dedo com uma lâmina, frustrando o pai e Tio Abdul (Sebastião Vasconcellos). Mohammed seguirá desconfiando que a filha é “seca”, como dizem pela medina.

VEJA TAMBÉM:

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem [capa]: Reprodução TV / Montagem

_cap108

Advertisement