Paula é presa acusada da morte de Taís, em Paraíso Tropical

Paula (Alessandra Negrini) será presa acusada da morte de Taís ( Alessandra Negrini), assassinada dentro de sua casa. Durante um depoimento na delegacia, Daniel (Fábio Assunção) comparece para dar apoio à esposa e, de cara, reclama da ida dela até a casa de Olavo (Wagner Moura).

Pensando estar tudo ok na delegacia, Daniel questionará o delegado se eles podem ir embora e escuta que Paula não será liberada. Ela recebe voz de prisão, após a Justiça aceitar um pedido de prisão preventiva pela investigação da morte de Taís.

Somado a essa confusão, ela ainda passa a ser suspeita pelo envenamento de Marion (Vera Holtz) e Lutero (Edwin Luisi). O pedido de prisão foi baseado nestes três crimes, por ser o suposto elemento de ligação entre os casos.

As autoridades ainda acreditam que houve uma tentativa de assassinato contra Olavo, que estava no mesmo local onde Lutero bebeu o álcool envenenado.

Imediatamente, o advogado que atende Paula diz que irá pedir a liberdade provisória, já que ela é ré primária e tem endereço fixo. O casal entra em desespero, e Daniel promete que vai tirar a mulher tão logo da cadeia.

VEJA TAMBÉM:

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem [capa]: Arquivo / TV Globo

Advertisement