Cissa Guimarães deixa o É de Casa e é demitida da Globo

Cissa Guimarães está fora do É de Casa, após 6 anos e 2 meses à frente do programa matinal da Globo. A informação foi revelada em primeira mão pelo colunista Léo Dias, do Metrópoles. A emissora confirmou que não renovará o contrato da apresentadora, que venceria no fim do ano.

“O ‘É de Casa‘ se despede de Cissa Guimarães, que deixa a Globo após uma parceria alegre e de sucesso de mais de quatro décadas. A atriz e apresentadora, que esteve no comando do matinal desde a estreia, em 2015, continua com as portas abertas na Globo para futuros projetos em nossas múltiplas plataformas, mas em um novo modelo de parceria”, disse o texto.

Cissa já se despediu da equipe através do WhatsApp, agradecendo a todos pelo carinho e o aprendizado. Esta é a terceira baixa no comando da atração, desde a criação do É de Casa: Tiago Leifert e Zeca Camargo foram outros dois apresentadores que deixaram o formato, criado em 2015.

Cissa estava na atração desde a sua criação, há seis anos. Durante um ano e três meses, a apresentadora, de 64 anos, foi afastada por fazer parte do grupo de risco da covid-19 e assinou um quadro ‘home office’ no É de Casa.

Em breve, Cissa Guimarães será vista na reprise de O Clone, na pele de Clarice. Sua grande passagem na emissora foi à frente do Vídeo Show, onde fez reportagens e narrações entre 1986 e 2001. Cissa participou de 17 novelas, a última delas por inteiro foi Salve Jorge (2012).

Agora, o É de Casa segue apresentado por André Marques, Patrícia Poeta e Ana Furtado, titulares desde a criação do programa; e Manoel Soares.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem [capa]: Reprodução TV

Advertisement