Da Cor do Pecado: Afonso é assassinado e morre emocionado nos braços de Paco

Afonso (Lima Duarte) vai ter um triste final em Da Cor do Pecado. O dinheiro e o poder não serão capazes de fazer com que o empresário tenha a paz e a felicidade que tanto almejava, ao lado dos netos Raí (Sérgio Malheiros) e Otávio (Felipe Latgé).

A revelação feita por Paco (Reynaldo Gianecchini), onde contou ao pai que se passou o tempo todo por Apolo (Reynaldo Gianecchini), fez Afonso ir do céu ao inferno. A felicidade pelo filho estar vivo foi tomada, em fração de segundos, pela ira e ódio pelo engano.

O FIM DE AFONSO

Só que o pior está por vir na vida de Paco. Tony (Guilherme Weber) está disposto a matar o ex-patrão e, ao mesmo tempo, incriminar o herdeiro dos Lambertinis.

O loiro havia desenterrado a arma que Paco havia posto no quintal e vai usá-la como objeto para seu plano de vingança. Escondido, ele deu um tiro certeiro em Afonso. O empresário morre nos braços do filho, minutos após uma nova discussão.

Agora, a polícia vai desconfiar que Paco foi o responsável pelo assassinato do pai. Mesmo assim, antes de morrer, Afonso é capaz de um gesto de carinho no filho e diz que o perdoa por ter se escondido esses anos todos. Paco abraça o corpo do pai, em uma das cenas mais tocantes de Da Cor do Pecado, antes de sua partida para o plano espiritual.

Tony mandará que toda a filmagem do local seja apagada por seu comparsa e que a arma do crime chegue às mãos do investigador. Paco prometerá vingança a todos que atingiram sua família, iniciando por Bárbara (Giovanna Antonelli).

VEJA TAMBÉM:

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução TV

Advertisement