Compra da marca da TV Manchete acende esperança em fãs

O leilão da massa falida da TV Manchete no fim da semana passada chamou a atenção não só do público como também do mercado.

Há 21 anos fora do ar, o canal desperta um saudosismo absurdo entre os fãs que acompanharam a programação que marcou época na TV brasileira.

O arremate das fitas e a marca da Manchete saiu por R$ 500,5 mil. Por ora, a exibição não pode ocorrer com outra emissora de TV e vale apenas como “coleção”. Estima-se que o acervo da emissora tenha 25000 fitas com todo o conteúdo.

O mesmo interessado no material bruto também conquistou a marca TV Manchete.

Ao todo foram três lotes. O de novelas, com lance avaliado inicialmente em R$ 3 milhões, foi arrematado por R$ 240 mil.

MARCA DA MANCHETE É ARREMATADA

A marca da emissora, que está registrada no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) conquistou um valor maior do que esperado: R$ 200,5 mil (avaliação era de R$ 124 mil).

O último lote, onde continha as fitas com os programas produzidos, foi arrematado por R$ 60 mil. A avaliação inicial era de R$ 626 mil.

A grande dúvida que fica no ar é se o comprador terá interesse em tentar criar algum produto com o conteúdo e o nome da emissora. Para isso, terá que enfrentar uma batalha judicial, especialmente pelos direitos autorais das obras.

Vale lembrar que Benedito Ruy Barbosa tem uma ação com o SBT por conta da exibição de Pantanal, em 2008. O caso entre a emissora de Silvio Santos e o autor global se arrasta nos tribunais desde então.

A marca da TV Manchete e as fitas das novelas foram arrematadas pelo mesmo comprador. O repasse das fitas ainda precisa ser homologado pela juíza Maria Rita Rebello Pinho Dias, da 3ª Vara de Recuperações Judiciais e Falências de São Paulo.

A Manchete tem um extenso passivo a ser quitado, envolvendo pagamento de pendências trabalhistas de ex-funcionários. Estima-se que o valor supere R$ 115 milhões.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem [capa]: Reprodução

Advertisement