Paraíso Tropical: Olavo é exposto por propina, e Daniel toma decisão radical

Daniel (Fábio Assunção) foi alertado por Heitor (Daniel Dantas) e Rodrigo (Carlos Casagrande) que o jornal na TV mostrava uma denúncia onde o Grupo Cavalcanti aceitou pagar propina pela concessão de hotéis para executivos no litoral fluminense. Muito atento, Daniel reconheceu na hora a voz de Olavo (Wagner Moura).

Durante a reportagem, não é possível identificar o rosto de Olavo, que está ao lado do empresário corrupto e responsável pela concessão. O filho de Marion (Vera Holtz) agiu na surdina, contando que conseguiu vencer a disputa. Entretanto, não detalhou os meios que usou.

Atuando como presidente interino, Daniel precisa agir, mas precisa ter cuidado ao alertar Antenor (Tony Ramos), que acabou de sofrer um infarto por culpa de Belisário (Hugo Carvana). Antes de chegar próximo ao patrão, Daniel ordena que seja checado e confirmado se Olavo estava agindo na surdina em nome do Grupo Cavalcanti.

DANIEL DE OLHO EM OLAVO

Após o escândalo ganhar a mídia, Olavo mostra um certo receio, mas diz a Fred (Paulinho Vilhena) que nada pode ser provado contra ele. O que Olavo não contava é que Daniel vai dar uma resposta imediata: ele convoca uma coletiva e informa que tudo está sendo averiguado e que o Grupo repudia esse tipo de negociação.

Neste tempo, Olavo tenta convencer aos executivos do conselho que não é ele quem está de costas para as câmeras oferecendo propina ao empresário corrupto. O que mal lhe espera é que tão logo Daniel solicitará aos conselheiros que coloquem a prêmio o cargo de Olavo como diretor de finanças do Grupo.

VEJA TAMBÉM:

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução TV

Advertisement