A Fazenda: Resumo da expulsão de Nego do Borel e as declarações de Dayane

Em uma edição extraordinária, A Fazenda entrou ao vivo neste sábado (25) mostrando os momentos ocorridos na festa iniciada na sexta-feira (24), onde aconteceu toda a polêmica envolvendo os peões Nego do Borel e Dayane Mello.

Ainda sóbria, Dayane se mostrou feliz por Nego ter seguido no jogo, após a formação da roça de quinta-feira (23), e permitiu que o peão se aproximasse dela, trocando carinhos.

Entretanto, com o andamento da festa, a peoa exagerou na bebida e acabou ficando alterada. A edição de A Fazenda mostrou alguns peões, dentre eles Solange Gomes, MC Gui e Mileide Mihaile, orientando Dayane a não deitar na mesma cama que Nego. Tati Quebra Barraco também chamou a atenção do funkeiro, após ele voltar da dispensa com repelente na mão.

DAYANE É CHAMADA PELA PRODUÇÃO

Com a luz desligada, Nego e Dayane dormiram juntos. O comportamento do funkeiro durante a madrugada foi criticado por internautas, que printaram momentos das carícias.

A repercussão negativa do caso atingiu a Record, que foi pressionada pelos patrocinadores a se posicionar e montar uma sindicância sobre o caso. Além das imagens, a direção do programa decidiu ouvir Dayane Mello, na parte da tarde.

Ao ser perguntada se lembrava de tudo que ocorreu na noite de sexta-feira (24) para a madrugada de sábado (25), Dayane respondeu: “Sim”.

O membro da produção quis saber se Dayane recordava de outros peões pedindo para ela sair da cama, quando estava deitada com Nego do Borel: “Isto não”. A edição mostrou, por algumas vezes, diversos peões orientando Dayane a deitar em outro leito.

Outro questionamento foi se a relação de carícias entre Dayane e Nego do Borel era natural. A participante confirmou: “Natural”.

O entrevistador disse que a direção do programa percebeu que durante toda a festa e pós-festa que Dayane esteve ao lado de Nego do Borel com carícias. Neste momento, o questionamento foi se a bebida alterou o sentimento da peoa: “Não. Não, acho que foi tudo natural o que aconteceu ontem. Não foi culpa da bebida. Eu estava muito feliz que ele (Nego) tinha voltado”, afirmou.

Outro questionamento foi se Dayane tinha consciência das carícias ocorridas com Nego do Borel, embaixo do edredom após a festa. “Claro, a gente dormiu abraçado”, disse.

O entrevistador também quis saber se algum momento Dayane se sentiu constrangida e que não queria se envolver com Nego durante o pós-festa: “Não. A gente nem transou. A gente não fez nada”, disse Dayane.

Um momento recordado no bate-papo entre o membro da produção foi se Dayane lembrava de ter dito “Não, eu tenho uma filha”. A frase foi mostrada na edição deste sábado (25), enquanto Nego e Dayane trocavam carícias no edredom. Após muito pensar, ela disse que não se recordava.

Outro questionamento é como Dayane enxerga a relação com Nego do Borel: “Ah, que duas pessoas estão se conhecendo. Não mais que isso. Natural, uma coisa natural. Não aconteceu nada. Ele não foi em nenhum momento abusivo, nada. Em nenhum momento… Do fundo do meu coração, porque seria injusto, sabe? Eu deitei perto dele. A gente dormiu abraçado, mas nada aconteceu”, finalizou.

Após a entrevista, a Record tomou a decisão, mediante às declarações de Dayane, em eliminar Nego do Borel. A emissora entendeu que houve inconsistências sobre a peoa afirmar que “lembrava de tudo”, mas não se recordar de momentos chaves da noite, especialmente quando pede para Nego parar a ação embaixo do edredom, afirmando que não podia por ter uma filha. Dayane também não lembrava que peões a orientaram de sair da cama onde estava o funkeiro.

RECORD TOMA DECISÃO

A Record decidiu reprisar os dois momentos e repetiu as declarações de Dayane, dizendo para a produção que não se recordava destes dois momentos-chaves. Outro momento recordado foi quando Dayane conversou com Aline Mineiro na tarde de ontem (25) e diz: “Eu não lembro muito quando a gente foi dormir”. Aline ainda pergunta: “Quando você deitou?” e escuta: “Não, quando a gente deitou, quando a gente entrou dentro de casa”.

Adriane Galisteu leu o seguinte texto, após apresentar todo o conteúdo: “Existe uma regra do jogo que diz: ‘qualquer atitude que possa ameaçar ou colocar em risco a integridade física de um ou mais participantes, pode levar a expulsão. O entendimento da produção e da direção da Record TV foi que o Nego violou essa regra, agindo de uma maneira não condizente com o jogo que nós pretendemos e organizamos por aqui. Por uma decisão jurídica da emissora, o Nego do Borel está fora do programa”, informou a apresentadora.

Emocionada, Galisteu ainda deu sua opinião sobre o caso, independente da decisão da emissora e da direção do programa: “Eu quero dizer para vocês, depois de tudo o que aconteceu, depois de tudo isso, vale o recado: ‘Quando uma mulher diz não, é não. Quando uma mulher alcoolizada diz sim, também é não. Difícil, né?”, concluiu.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução TV

Advertisement