Mais uma vez, CNN Brasil desmente ‘fake news’ de Alexandre Garcia

Mais uma vez, a CNN Brasil precisou desmentir Alexandre Garcia durante uma edição do CNN Novo Dia, onde o jornalista participa do quadro Liberdade de Opinião.

Ao falar sobre as denúncias contra a Prevent Senior, Garcia citou que “remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas”. A empresa é alvo de investigação da CPI da Covid-19, do Ministério Público e da Polícia Civil.

“Os tais remédios sem eficácia comprovada salvaram milhares de vidas, sendo aplicados imediatamente, mesmo antes do resultado do teste. É na fase 1, na fase 2, às vezes, evitam hospitalizações. Na fase 1 sempre evitam hospitalizações, sempre evitam sofrimento. Na fase 3 são ineficazes, depois que a pessoa já está hospitalizada ou intubada (…) Essa questão de eficácia comprovada a gente só vai saber daqui uns três anos. Agora tudo é experimental”, sentenciou Garcia.

A comunidade científica mundial não reconhece medicamentos que sejam eficazes no tratamento precoce contra a covid-19. Não há pesquisas e registros que validem as afirmações de Garcia. A jornalista Elisa Veeck, titular do CNN Novo Dia, precisou corrigir as informações repassadas pelo colega.

“Reitero sempre para vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN. E mais um acréscimo aqui neste fim do quadro de hoje, a CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação, são as únicas maneiras de combater a pandemia”, informou Elisa.

GARCIA: NOVAMENTE DESMENTIDO

Esta não é a primeira vez que Alexandre Garcia é desmentindo pela CNN Brasil. No mês passado, o jornalista trouxe outra ‘fake news’ ao quadro ao dizer que pessoas jovens não precisam se imunizar contra a covid-19, segundo as estatísticas. Entretanto, o jornalista não apresentou uma pesquisa científica sobre o caso.

Alexandre Garcia disse que jovens não precisam tomar a segunda dose da vacina [da Covid-19], segundo as estatísticas. Para esclarecer esse tema, nós da CNN Brasil procuramos o infectologista e também diretor da Sociedade Brasileira de Imunizações, Renato Kfouri. Segundo o médico, com a medida que se previne mortes em adultos e idosos, os casos de hospitalização com formas graves serão entre os não vacinados”, disse Elisa, em 19 de agosto, ao retificar a falsa informação.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução TV

Advertisement