Em baixa de público, Programa do Ratinho vive clima tenso

O clima é tenso nos bastidores do Programa do Ratinho. Em baixa de público, a atração do SBT não consegue virar o jogo e vive um dos seus piores momentos na emissora.

Na última terça-feira (21), mesmo com a exibição da semifinal da Libertadores, entre Palmeiras x Atlético-MG, o SBT despencou de público com o fim do jogo. Na casa dos 16 pontos, em poucos minutos, a emissora chegou a 5, fazendo com que a Record chegasse à vice-liderança com A Fazenda. Um claro indício de rejeição.

Segundo informações do jornalista Gabriel Oliveira, do site TV Pop, Ratinho e a direção de seu programa vem cobrando resultados de sua equipe para aumentar o interesse de público. Funcionários estariam sendo monitorados nesta missão.

Em uma das reuniões, segundo contou o colunista Flávio Ricco, terminou em choro, ameaças e em queixas para que Fernando Pelégio, diretor artístico da emissora, tomasse à frente do caso.

Com a baixa no Ibope, há uma forte chance do programa deixar de ser diário e se tornar semanal, em 2022. Há meses, o Programa do Ratinho está na terceira posição e sequer esboça reação de se aproximar da Record. A única exceção ocorreu nas últimas sextas-feiras, quando a concorrência exibiu o documentário do Hospital Moriah, pertencente à Igreja Universal.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução TV

Advertisement