Clima ruim na redação faz Rádio Tupi perder talentos do jornalismo

O jornalista Pedro Henrique Leite é mais uma baixa no jornalismo da Rádio Tupi. Ele deixou a emissora nesta terça-feira (21), após uma passagem de três anos e meio, e ser considerado um dos principais editores da rádio.

Através das redes sociais, o jornalista contou como foi a tomada de decisão de sair da Tupi, onde passou pelo Sentinelas, Programa Alexandre Ferreira, Na Companhia do Garcia, Show do Heleno Rotay, Patrulha da Cidade, Programa Isabele Benito, além das coberturas de Carnaval.

“A maturidade nos faz perceber o momento exato de sair de cena. Por vezes, essa tomada de decisão se torna muito difícil. Principalmente quando você ama o que faz e a maior parte daqueles que te cercam. Mas é hora de pensar em mim, na minha saúde mental, no que penso pro meu futuro e alçar novos voos”, disse o profissional, que também atua na Secretaria de Saúde do Governo do RJ. A publicação pode ser vista na íntegra no fim da nota.

Segundo fontes ouvidas pelo Audiência Carioca, Pedro enfrentou uma situação semelhante à de Diana Rogers, repórter demitida no início de maio. Mesmo com seu trabalho prestigiado por colegas da redação, passou a ser preterido pelo comando geral do jornalismo.

Em conversa com o site, Pedro Henrique revelou: “Pedi pra sair da emissora por questões particulares, para cuidar da minha saúde mental. Tenho imenso carinho pelo Presidente Josemar [Gimenez], direções artística, financeira e comercial. Muito apreço pelos colegas e comunicadores. Não falo sobre minha chefia direta”, disse o jornalista, que não quis detalhar os motivos pessoais e a relação direta com a gestão de seu antigo departamento.

Em junho, o portal Grande Tijuca já havia revelado problemas entre a gestão de jornalismo com profissionais do departamento e de produções do artístico. Na ocasião, a rádio não se posicionou sobre o assunto.

Nos últimos tempos, a emissora consegue formar novos talentos para o jornalismo carioca. Entretanto, a Tupi deixa de contar com alguns destes profissionais por conta do ambiente pesado no departamento e os salários baixos, comparado ao que o mercado costuma pagar.

Além de Diana e Pedro Henrique, a emissora perdeu entre 2020 e 2021 a jornalista Rachel Amorim para a CNN Brasil; Beatriz Silva, que foi para a Band; e Gabriela Souza, que foi para a Rádio Roquette Pinto.

A Rádio Tupi não possui assessoria de imprensa e não comenta assuntos internos ao Audiência Carioca.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Instagram

Advertisement