Greve na RedeTV!: emissora se diz “estarrecida”

Passados 17 dias, o movimento de greve ainda ronda a RedeTV! Os funcionários decidiram, inicialmente, fazer um acordo temporário, retomando as atividades com a promessa de que a emissora desse estabilidade a todos. O acordo ocorreu em reunião no Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

No fim de agosto, uma assembleia no Sertesp (Sindicato dos trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão no Estado de São Paulo) decidiu pela paralisação a partir da 0h de 31 de agosto.

A reclamação é de ausência de reajuste salarial real nos últimos quatro anos, além dos baixos salários pagos pela empresa.

Conforme revelado pela coluna do jornalista Ricardo Feltrin, do UOL, os grevistas comunicaram que retornaram, mas a emissora continua sem dar os aumentos obrigatórios e não vem respeitando a Convenção Coletiva da classe.

Em nota enviada ao UOL, a RedeTV! se diz estarrecida com a situação:

“Mais uma vez causa estarrecimento que logo após a concordância do estabelecimento de uma cláusula de paz perante o tribunal, o Sindicato se pronuncie junto à imprensa distorcendo a realidade dos fatos, desrespeitando a intenção primordial da sugestão feita pelo TRT- SP, pois ao contrário do que alega o Sindicato não há reajustes obrigatórios e nem descumprimento de convenção coletiva, uma vez que não foi celebrada convenção coletiva entre sindicato patronal e dos radialistas nos últimos anos”, informou o comunicado da emissora.

Sem os reajustes há quatro anos, o clima é que a paralisação pode ser retomada a qualquer momento.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Divulgação

Advertisement