Justiça responde pedido de filhas de Gugu sobre mesada

A Justiça negou o pedido de aumento de pensão realizado por Marina Liberato e Sofia Liberato, filhas de Gugu Liberato (1959-2019). As gêmeas, que afirmam receber US$ 1 mil mensais tinham interesse em aumentar o valor, conforme mostrava o vídeo vazado esta semana.

Segundo informações da coluna de Flávio Ricco, no R7, a justiça disse não ao pedido de reajuste para US$ 20 mil. O mesmo valor foi pleiteado para Rose Miriam, mãe dos filhos de Gugu, e que vem lutando para ter reconhecida a sua união estável. A decisão judicial foi publicada em 28 de julho e as gêmeas podem recorrer.

Durante a semana, um vídeo publicado pelo portal Metrópoles, que estava em segredo de justiça, Marina e Sofia fazem duras críticas à tia, Aparecida Liberato. Elas acusam a irmã do apresentador de não repassar as informações sobre o processo e discordam como o patrimônio vem sendo administrado.

Marina e Sofia também questionam os valores recebidos pelo irmão, João Augusto. Segundo relato, o primogênito e a avó paterna, Maria do Céu, recebem mais dinheiro mensalmente que as duas.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagens: Reprodução Internet

Advertisement