Repórter da Globo aponta racismo estrutural durante cobertura de jogo

O jornalista Luiz Teixeira usou sua conta no Twitter para reclamar de racismo estrutural durante o exercício de seu trabalho durante um jogo para o Grupo Globo. O repórter é contratado do SporTV / TV Globo.

“Mais uma vez fui ‘questionado’ no credenciamento de um jogo se eu era câmera ou auxiliar, mesmo sendo o único repórter de campo e com a roupa da transmissão. Não fiz nem seis meses de TV Globo e perdi as contas de quantas vezes isso já aconteceu. É duro aceitar um repórter negro?”, reclamou o repórter.

Luiz Teixeira participando do Tá Na Área, do Sportv
Imagem: Reprodução TV

“Todas as funções são essências e importantes para uma transmissão de TV acontecer. TODAS! Mas ser sempre o ‘confundido’ gera um desgaste grande e pra mim NUNCA será normal, principalmente por saber o real motivo do ‘deslize’ e por ver que o ‘procedimento padrão’ só serve pra um”, acrescentou Luiz.

A postagem foi realizada horas antes da bola rolar para Guarani x Operário, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, no interior de SP. Luiz Teixeira é o repórter de campo do duelo da 21ª rodada da Série B.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagens: Reprodução TV

Advertisement