Viviane Araújo pode perder o posto de Rainha de Bateria do Salgueiro

Viviane Araújo pode perder o posto de Rainha de Bateria no Salgueiro. A atriz, que segue firme no cargo para o Carnaval do ano que vem, pode deixar o “trono”, caso mude a presidência da escola.

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, de O Dia, a ex-presidente Regina Celi, que tentará voltar ao cargo da vermelho e branco nas eleições do ano que vem, não deseja mais trabalhar com Viviane. O nome de Aline Riscado, que deixou a Vila Isabel, estaria cotado.

Regina sofreu impeachment em 2018 e, desde então, não dá mais as cartas na escola. Entretanto, ela sempre é vista na avenida acompanhando a performance dos ritmistas.

Em seu mandato, a relação com Viviane sempre foi a melhor possível. Entretanto, a “Rainha” não tomou partido durante a crise política no Salgueiro, há três anos, e o clima azedou de vez.

Em 2012, Viviane Araújo ganhou A Fazenda, da Record, e Regina Celi foi uma das entusiastas pela vitória da Rainha de Bateria. A quadra da escola serviu de ponto de votação virtual para que a comunidade ajudasse Viviane a conquistar os R$ 2 milhões. Dias após deixar o reality, a comemoração pela vitória ocorreu justamente no local.

Viviane Araújo estreou no posto de Rainha de Bateria do Salgueiro em 2008 e, caso deixe a escola em 2023, totalizará 14 desfiles.

Pelo Instagram, Regina Celi negou que deseja dispensar Viviane Araújo e diz que está sendo vítima de um jogo político.

“Quero esclarecer que jamais falei isso, e que eu estou preparada para enfrentar esse jogo sujo político. Viviane tem uma história linda na nossa agremiação, e sempre caminhamos juntas”, informou na rede social.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Instagram

Advertisement