Raí fica irado ao escutar de Afonso que Preta é uma ladra, em ‘Da Cor’

Não há dia que se passe que Preta (Taís Araújo) seja humilhada ou caluniada em Da Cor do Pecado. Após contar com a desconfiança de quase todos ao seu redor, incluindo Felipe (Rocco Pitanga), será a vez de Raí (Sérgio Malheiros) ter que passar por um constrangimento por conta da mãe.

Dentro da mansão de Afonso (Lima Duarte), o menino entrará em choque ao escutar do avô que a mãe é uma ladra. Só que Raí não vai deixar a acusação de forma barata.

Tudo se iniciará quando Preta chegar à casa do pai de Paco (Reynaldo Gianecchini) para conversar com ele. Os dois falam a sós, inicialmente, sem a presença do menor.

“Eu vim aqui devolver esse dinheiro, que é do senhor… Só pode ser do senhor, porque eu não conheço outra pessoa, porque eu não conheço mais ninguém que tenha US$ 50 mil”, diz Preta, segurando a maleta encontrada por Felipe em sua cabana.

“Você acha que eu sou idiota? Acha que eu sou um cretino, um débil mental? Me rouba e vem me passar um atestado de burrice?”, devolve o empresário.

AFONSO FICA PISTOLA: “NÃO PASSA DE UMA LADRA”

Sem entender direito o que se passa, Preta diz que foi apenas devolver o dinheiro, pois não lhe pertence. Só que Afonso não se dá por vencido e quer saber quanto ela recebeu pela venda da fórmula do adoçante e pelo colar que sumiu.

A verdade é que Afonso não sabe que tudo se passa de um plano de Tony (Guilherme Weber) e Bárbara (Giovanna Antonelli), que desembolsaram uma grana alta vendendo clandestinamente a fórmula do produto por baixo dos panos.

“O que me revolta mais é seu arzinho de inocente, para de se fingir de inocente. Você não passa de uma ladra da pior categoria”, grita Afonso.

RAÍ BATE DE FRENTE COM AFONSO

Repentinamente, Raí entra na sala e sai em defesa da mãe: “A minha mãe não é ladra!”, responde o menino à altura. “Você fingiu, né? Fingiu que gostava de mim! Fingiu que era meu amigo!”.

Afonso tenta pôr panos quentes para não envolver o neto na situação e diz que gosta dele, mas acaba ouvindo poucas e boas:

“Não gosta, se você gostasse, você não chamava a minha mãe de ladra! Ela é a melhor pessoa do mundo, ela é melhor que você. Vamos embora, mãe. Vamos embora daqui. Eu vou embora com a minha mãe, nunca mais quero voltar nessa casa e falar com você”, devolve o menino a Afonso.

VEJA TAMBÉM:

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução TV

Advertisement