Coluna: Faustão diário é o que a TV e o público precisam?

Desde que a Band confirmou que vai levar Faustão ao ar a partir de janeiro de 2022, uma dúvida está na cabeça de quem curte a programação televisiva: o formato será diário ou semanal?

A emissora não deu muitos detalhes sobre o projeto, limitando-se a dizer apenas o mês. Não disse o dia, a hora e quantas vezes Fausto Silva aparecerá na telinha. Desta forma, aguçou a dúvida e alguns sites especializados apontam que a chance do programa ser diário é grande.

Antes mesmo de anunciar Faustão, a Band já havia sinalizado ao mercado que pretende reestartar sua linha de shows a partir das 20h30, no ano que vem. A Igreja Internacional da Graça de Deus não terá mais seus telecultos na faixa das 21h.

Mas será que um formato diário é capaz de servir de chamariz ao telespectador? Amado por uns e criticado por outros, Faustão é o típico comunicador que muita gente diz que odeia, mas vê. Ainda que fossem as videocassetadas, aguardando o início do Fantástico.

Seria o público tolerante e aguentaria as inúmeras interrupções de Faustão, além de suas piadas e trocadilhos? Sem contar os comentários políticos exaustivos que vinha fazendo, antes de Bolsonaro ganhar o poder.

Verdade seja dita: mesmo que seja massivo para o telespectador, para a Band será um verdadeiro céu de brigadeiro: faturamento e, certamente, uma audiência bem maior do que o 1 ponto que a emissora costuma conseguir no horário.

A única atenção deverá ser no conteúdo. Afinal, 7h30 semanais vão requerer muitas subcelebridades, máquinas da verdade e gincanas para distrair o público…

Senão, em dois tempos, vira um Boa Noite Brasil, versão Gilberto Barros.

TUDO PELA PAUTA

Renata Capucci abriu sua rede social para fazer um pedido inusitado e, desta forma, cumprir um trabalho para o Fantástico:

“Procuro um HATER. Alguém que posta comentários ofensivos e que não tem medo de dizer o que faz e porque faz. E que tope falar com o Fantástico”, disse a jornalista.

O que a gente não faz pelo dia 30, não é mesmo?

Cartas para a redação…

Tempos depois, Capucci apagou a postagem.

Imagem: Reprodução Twitter
ILHA RECORD

Ainda não dá para criticar os dois primeiros episódios de Ilha Record. Entretanto, duas coisas podem ser ditas: a primeira é que as tretas foram muito “água com açúcar” nos dois primeiros episódios.

A segunda é que, embora seja uma autocriação da Record, o reality não apresentou nada de novo e tem um “quê” de No Limite com luxo.

Na torcida por dias melhores.

TIK TOK

O TikTok fechou um acordo com o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) nesta quarta-feira (28). Isso garantirá uma nova fonte de receita a compositores, editoras musicais e artistas. O acerto prevê pagamento retroativo de músicas usadas na plataforma.

“Essa primeira parceria entre o Ecad e o Tik Tok é mais um importante passo para a indústria da música no Brasil e para os autores e artistas no nosso país. Este acordo não poderia chegar num momento mais oportuno para compositores e artistas, que agora precisam mais do que nunca dessa renda digital. O Ecad vem trabalhando duro para fechar acordos importantes como esse”, informou Isabel Amorim, superintendente executiva do Ecad.

PROGRAMAÇÃO

Na sexta-feira (30), por conta do atletismo e do vôlei de praia, o Jornal Nacional começará mais cedo, às 20h, e entregará para as disputas citadas às 20h50. Império entra às 22h. A partir das 23h15, a emissora segue com o oitavo dia de Tóquio 2020.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Instagram

Advertisement