Bandsports faz transmissão alternativa na Olimpíadas e OBS flagra

A Band passou por um momento, digamos, constrangedor, durante a cobertura das Olimpíadas de Tóquio. A emissora comprou os direitos licenciados para exibir o evento em seu canal esportivo por assinatura, o BandSports.

Segundo informações do UOL, através do jornalista Demétrio Vecchioli, a emissora tentou mostrar um jogo de tênis de forma independente na madrugada desta quarta-feira (28), entre Laura Pigossi e Luisa Stefani, que buscavam uma vaga na semifinal, contra uma dupla americana.

Para exibir este jogo de tênis, as emissoras de TV deveriam pagar uma taxa extra. Nem a Globo, emissora oficial dos jogos olímpicos no Brasil, nem a Band fecharam com o torneio.

Vale lembrar que as emissoras de TV não podem exibir os jogos olímpicos de forma independente e devem usar as imagens oficiais geradas pelo OBS (Olympic Broadcasting Services). O conteúdo é enviado para todas as emissoras do mundo, incluindo os geradores de caracteres e informações sobre as disputas.

Segundo mostrou o UOL, a Band esteve no local com o jornalista Elia Júnior, apresentador do Show do Esporte, e um cinegrafista. As imagens foram geradas de uma plataforma no fundo da quadra e ficou no ar por alguns minutos. Após perceber a exibição, a OBS ordenou que fosse interrompida.

“Não temos condição técnica de continuar aqui”, disse Elia, antes da transmissão ser interrompida.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução

Advertisement