Bárbara descobre que Afonso quer adotar Raí e se desespera em Da Cor do Pecado

As maldades impostas à Preta (Taís Araújo) estão saindo caras para Tony (Guilherme Weber) e Bárbara (Giovanna Antonelli). Com medo de ameaças, a nordestina pensa em voltar ao Maranhão com Raí (Sérgio Malheiros). Só que Afonso (Lima Duarte) tem uma carta na manga.

Desesperado pela partida do menino, o empresário faz uma proposta à Preta. Ele deseja adotar Raí como seu neto. Inicialmente, Preta fica irritada com o que ouve. Entretanto, repensa mais à frente, pois vê como é importante a relação de Raí com o avô paterno.

Bárbara tem feito de tudo para tirar Preta do seu caminho. Ao descobrir o plano de Afonso, ela vai se desesperar com a ideia e partir para cima do empresário.

AFONSO X BÁRBARA: TRETA NA MANSÃO

Intempestiva, Bárbara chega cuspindo fogo e exige de Germana (Aracy Balabanian) a presença do ex-sogro. “Não é você que vai me impedir, sua empregadinha metida”, dispara a loira.

Batendo na mesa, Bárbara ouve de Afonso que ele está muito ocupado e indisponível para conversas. “Eu não saio daqui enquanto o senhor não falar comigo”, exige. “É verdade que o senhor resolveu adotar aquele moleque?”, pergunta a preconceituosa.

“Vou, vou, sim”, responde, serenamente, Afonso.

“O que que é, o senhor ficou louco? O senhor não pode fazer isso!”, esperneia Bárbara.

“Eu posso fazer o que eu quiser”, diz, simplesmente, o empresário.

“Dr. Afonso, o Otávio é seu herdeiro legítimo. Isso o que o senhor quer fazer é um absurdo!”, protesta Bárbara.

“Não vejo nenhum absurdo nisso. Absurdo é você entrar aqui e me dizer o que eu devo ou não devo fazer”, impõe-se Afonso.

NOVOS ATAQUES RACISTAS

Sem argumentos, Bárbara diz que não sabe como vai explicar ao filho, ressalta que ele vai se sentir mal e volta a usar seu leque racista para dizer que Otávio (Felipe Latgé) nunca terá um irmão negro.

Simples e seco, Afonso diz que se Otávio não entender agora, vai compreender no futuro e que as crianças já se tratam como irmãos. Ele se recorda a forma como Bárbara está fazendo com a criação do filho, que anda abalado psicologicamente.

Bárbara joga pesado e fala que Preta é uma golpista e que está fazendo um jogo de sedução contra Afonso, usando Raí. Irritado com o que ouve, o empresário põe a loira no lugar dela:

“Chega, Bárbara! Chega!… Eu não aguento mais essas barbaridades dentro da minha casa”, obrigando Bárbara a parar com o racismo e tratar Raí e Preta pelos nomes deles.

“Agora, você se retire, por favor”, ordena Afonso.

“Você está expulsando sua família de sua casa?”, questiona Bárbara.

“Você nunca foi e nunca será minha família”, encerra a conversa, Afonso.

VEJA TAMBÉM:

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução TV

Advertisement