Bandeirantes demite radialistas após episódio racista na Série B

Dois radialistas foram demitidos da Rádio Bandeirantes, de Goiânia, após o episódio racista no último sábado (17), durante o empate entre Goiás 0 x 0 Londrina, no estádio da Serrinha, contra o jogador Celsinho, do clube paranaense.

Com o atleta caído em campo, Romes Xavier fez o seguinte comentário: “Tomou uma pancada no tornozelo, tá levantando, mas o cabelo dele deve pesar demais, né, Vinícius?”, disse o narrador.

Como resposta, o repórter Vinícius Silva disse sobre o cabelo de Celsinho: “parece mais uma bandeira de feijão… Não é porque eu estou perdendo os cabelos que eu vou achar um negócio imundo desses bonito”, complementou aos risos.

Os profissionais pertencem a uma equipe esportiva terceirizada, que tinha parceria para realizar os jogos na Bandeirantes. “A transmissão do jogo Goiás x Londrina foi realizada pela Equipe Feras do Esporte, que trabalha em regime de parceria com a Rádio Bandeirantes Goiânia”, informou a rádio.

O Londrina foi às redes sociais para lamentar o episódio e fez uma nota repudiando o ato de injúria racial:

“O Londrina vem a público manifestar o seu profundo repúdio quanto ao ato de racismo praticado pelo narrador Romes Xavier e o comentarista Vinicius Silva, da Rádio Bandeirantes Goiânia, em face do meia Celsinho, na transmissão da partida contra o Goiás“, disse o clube.

Tanto Vinícius como Romes foram as redes sociais e pediram desculpas pelas declarações feitas durante o jogo.

INSCREVA-SE NO CANAL DO AUDIÊNCIA CARIOCA NO YOUTUBE!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução TV

Advertisement