Copa América: Seleção emite manifesto sem tocar em assuntos dos bastidores

A possibilidade da seleção brasileira emitir um manifesto público incisivo e tocando em feridas comentadas pela imprensa nos últimos dias caiu por terra na madrugada dessa quarta-feira (9).

Quem ficou acordado madrugada adentro aguardando um posicionamento contundente dos jogadores contra a realização da Copa América no Brasil, deparou-se com um discurso com pouca emoção e sem tocar em pautas comentadas nos bastidores do time de Tite.

A seleção principal decidiu seguir na Copa América, com estreia marcada no próximo fim de semana e final agendada para 10 de julho.

Apesar de Casemiro, capitão do time, ter falado em entrevista à TV Globo na última sexta-feira (4) que o elenco estava unido e que todos concordavam sobre jogar ou não o torneio, o manifesto deixou claro que há um racha na equipe sobre o assunto. O vídeo pode ser visto a seguir.

Confira o comunicado na íntegra, expedido após a vitória do Brasil diante do Paraguai, ontem (8), em Assunção.

Quando nasce um brasileiro, nasce um torcedor. E para os mais de 200 milhões de torcedores escrevemos essa carta para expor nossa opinião quanto a realização da Copa América.

Somos um grupo coeso, porém com ideias distintas. Por diversas razões, sejam elas humanitárias ou de cunho profissional, estamos insatisfeitos com a condução da Copa América pela Conmebol, fosse ela sediada tardiamente no Chile ou mesmo no Brasil.

Todos os fatos recentes nos levam a acreditar em um processo inadequado em sua realização.

É importante frisar que em nenhum momento quisemos tornar essa discussão política. Somos conscientes da importância da nossa posição, acompanhamos o que é veiculado pela mídia e estamos presentes nas redes sociais. Nos manifestamos, também, para evitar que mais notícias falsas envolvendo nossos nomes circulem à revelia dos fatos verdadeiros.

Por fim, lembramos que somos trabalhadores, profissionais do futebol. Temos uma missão a cumprir com a histórica camisa verde amarela pentacampeã do mundo. Somos contra a organização da Copa América, mas nunca diremos não à Seleção Brasileira“.

O Brasil estreia com seu time principal no próximo domingo (13), às 18h, diante da Venezuela, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Tite confirmará os jogadores que serão convocados nesta quarta-feira (9), podendo acionar outros três atletas.

AS RÁDIOS NA COPA AMÉRICA!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Advertisement