Tiago Abravanel se posiciona após Patrícia Abravanel pedir tolerância a atos homofóbicos

Horas após Patrícia Abravanel dar um show de homofobia na edição do Vem Pra Cá desta terça-feira (1), Tiago Abravanel, sobrinho da apresentadora e homossexual assumido, resolveu comentar as declarações da tia no SBT.

Patrícia tentou justificar comportamentos como o de Rafa Kalliamann e Caio Castro e disse que a comunidade LGBTQIA+ precisa compreender atitudes homofóbicas já que, na sua visão, parte da população não sabe lidar com a pauta progressista.

“É um conflito de gerações! Acredito que nós mais velhos, que fomos criados por pais mais conservadores, a gente está aprendendo e se abrindo. Mas é um direito [ter opinião contrária]. Por que não concordar em discordar? A gente pode ter opiniões diferentes e está tudo bem… Tudo é muito enfatizado, tudo é muito politizado”, comentou.

Apesar de ter um sobrinho homossexual no seio familiar, Patrícia mostrou toda a sua dificuldade em falar sobre a homossexualidade dentro de sua casa. A titular do Vem Pra Cá tem três filhos, todos frutos do relacionamento com Fábio Faria, ministro das Comunicações do governo Bolsonaro:

“E é difícil quando a gente vai educar filhos e falar sobre disso, sabia? Eu vou falar para todo o pessoal do LGBTC (sic): ‘o que eu vou falar pro meu filho?’. Como falar?… A gente não sabe lidar! Então tem que ter respeito compreensão, e não massacre. Não cancelamento. Não por força, por poder, “, completou.

Na madrugada desta quarta-feira (2), Tiago usou o Instagram e fez um vídeo de sete minutos onde tenta esclarecer à tia como é a vida de uma pessoa homossexual. O apresentador pediu respeito e ponderou que a orientação sexual não se trata de uma questão de opinião.

“Eu resolvi fazer esse vídeo, porque eu acho que assim como ela falou ao vivo o que ela pensa, eu acho que eu também preciso falar o que eu penso aqui nas minhas redes. Tentar falar para você, tia, o como eu me senti assistindo, tá? Eu acho que em primeiro lugar, orientação sexual não é uma questão de opinião. É uma questão de respeito. Você não precisa ser como eu, mas precisa respeitar quem eu sou e ponto final”, iniciou.

O neto número 1 de Silvio Santos afirmou que toda vez que alguém acha que necessita dar opinião sobre a condição sexual de outra pessoa, este é um ato homofóbico:

“Opinar, você opina se uma roupa é bonita ou feia para você. Se você quer café ou chá ou se você gosta de doce ou salgado. A orientação sexual não é da opinião de ninguém. A não ser da pessoa que escolheu ser aquilo que ela é. Escolheu não! Ela nasceu assim, então, não é uma questão de opinião. Ponto. Quando se opina em relação a isso… Esse é um ato homofóbico”, completou.

O vídeo completo com as declarações de Tiago Abravanel pode ser visto a seguir:

QUAL O FUTURO QUE SILVIO SANTOS QUER DEIXAR PARA O SBT?

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagens: Instagram

Advertisement