Morre o narrador Januário de Oliveira, aos 81 anos

Morreu nesta segunda-feira (31) o narrador Januário Oliveira, que marcou época na imprensa esportiva carioca, especialmente por sua passagem na Band. Ele sofreu uma parada cardíaca durante um tratamento de um quadro de pneumonia em um hospital particular, em Natal (RN).

Januário também atuou nas rádios Farroupilha, de Porto Alegre; Cultura, de Bagé (RS); Mauá, no Rio; Nacional, no Rio; e na TVE, do Rio. Ele se aposentou em 1998, quando tinha 58 anos de idade e começou a ter problemas de visão por conta da diabetes.

A importância ao futebol carioca foi enorme, batizando diversos jogadores importantes ao clubes na cidade: Super Ézio, do Fluminense; Sávio, o “Anjo Loiro da Gávea”; Valdir Bigode, como “matador de São Januário” e outros.

Seus principais bordões eram: “Taí o que você queria, bola rolando…”e “Tá lá um corpo estendido no chão”, quando um jogador estava caído no chão.

Januário de Oliveira foi quem narrou o gol de barriga de Renato Gaúcho, no Fla Flu de 1995, exibido em TV aberta pela Band. A Globo não tinha os direitos do Carioca daquele ano.

Em 2019, o narrador foi homenageado pelo Globo Esporte, mesmo sem nunca ter sido contratado por uma emissora do Grupo Globo. No mesmo ano, também ganhou um especial do programa No Mundo da Bola, da TV Brasil.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagens: Reprodução TV

Advertisement