Noiva diz que deu um tapa na cara da modelo que estava com MC Kevin

Deolane Bezerra, noiva de MC Kevin, confirmou que deu um tapa na cara de Bianca Domingues, a modelo que estava na companhia do funkeiro no momento em que o cantor caiu do quinto andar da varanda de um hotel na Barra da Tijuca, no último domingo (16).

A advogada decidiu falar pela primeira vez sobre o caso ao jornalista Roberto Cabrini. A íntegra da conversa vai ao ar neste domingo (23), dentro do Domingo Espetacular. Parte do material foi adiantado na edição do Cidade Alerta desta quinta-feira (20).

No conteúdo mostrado na Record TV, Deolane confirma que agrediu Bianca no momento em que as duas prestavam depoimento na 16ª DP, na Barra.

“Eu só vi ela no segundo dia do depoimento [segunda-feira, 17 de maio] na delegacia… Eu dei um tapa na cara dela, porque eu vi ela e o VK [Victor Elias Fontenelle, amigo de Kevin] cochichando. Ela falava: ‘Ele queria me beijar, e eu não queria’. Eu não sei de quem ela estava falando, mas eu vi isso. Na verdade, eu queria bater no Victor, só que como eu vi ela fazendo isso, eu dei um tapa na cara dela e minhas irmãs me tiraram do local”, disse Deolane.

Questionada se ela acredita que VK e Bianca poderiam estar combinando depoimentos, a advogada acrescentou: “Eu acho que sim. Eu acho que houve algo ali… Não posso dar certeza, porque eu não estava no local… Só eles podem falar o que aconteceu”, acrescentou.

DESCOBERTA DA TRAIÇÃO

Deolane diz que teve certa dificuldade de acreditar que foi traída por Kevin, momentos antes dele morrer: “… Eu não queria acreditar. Eu questionava minha irmã, toda hora: ‘mas como assim, ele transou? A menina não estava com o Victor?’. Eu queria me enganar para não passar por esse luto sendo traída”, explicou.

A constatação de que foi traída antes da morte de MC Kevin veio após a leitura dos depoimentos dados pelas testemunhas do caso à polícia do Rio:

“Eu constatei que tinha sido traída quando eu li os depoimentos… Olhei para mim mesmo e falei :’Pô, Deolane! É sexo’. Só que nesse momento eu estava com uma sede de justiça muito grande, então, a traição eu deixei de lado para entender o que realmente aconteceu. Eu vou viver meu luto só quando eu resolver isso, Cabrini. Eu aqui estou hoje como Drª Deolane e esposa de MC Kevin. Eu não estou ainda como viúva traída. Isso eu vou assimilar quando encerrar essas investigações”, ponderou.

Questionada sobre o seu comportamento caso flagrasse Kevin com outra mulher na cama, Deolane revelou:

“Batido palma e falado: ‘Você me perdeu’. Eu não poderia ter ido para cima dele. Porque eu não tenho força com Kevin. A gente não ‘saía na mão’, como no ditado popular. A gente não se agredia. A gente disputava, quando nós terminávamos”, contou a Cabrini.

POSSÍVEL FLAGRA EM KEVIN

Sobre a possibilidade de dar um flagra em Kevin na tarde do último domingo (16), Deolane contou como o casal se comportaria:

“Eu acredito ele saberia contornar a situação e me levar embora. Eu não acredito que ele pularia dali. Eu não sei. Eu não acredito que ele pularia dali, sem um estímulo, sem alguém falando algo. E do jeito que é relatado nos depoimentos, não traz uma fundamentação do ato. Não tem nada que mostre: ‘foi por isso'”, explicou a advogada.

Deolane Bezerra informou que em nenhum momento foi comunicada, durante a estadia no hotel, que Kevin se encontrava na companhia de outra mulher na suíte 502.

Bianca Domingues, a modelo que estava com VK e Kevin no momento da morte do MC, também conversará com Cabrini na edição do Domingo Espetacular deste fim de semana.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA

Imagem: Reprodução TV / Internet – Montagem

Advertisement