Leda Nagle compartilha ‘fake news’ sobre plano contra Bolsonaro e é detonada

Leda Nagle entrou no olho do furacão, após compartilhar uma ‘fake news’ em suas redes sociais. A jornalista, de 70 anos, fez uma ‘live’ em seu Instagram onde mostrou um suposto perfil de um delegado da Polícia Federal que estaria revelando um plano secreto com objetivo de matar Jair Bolsonaro, presidente em exercício.

A gafe foi cometida no último sábado (17) e percebendo o erro, a conta da jornalista apagou o conteúdo do Instagram. Entretanto, alguns internautas salvaram o momento.

“Acreditem ou não, mas o STF quer acabar com o presidente, porém eles não irão conseguir por um motivo bem forte, mais da metade das cadeiras dos urubus de capa preta receberam propina. E antes que caia meu perfil novamente, vou dizer para vocês, a ideia é a de matar Bolsonaro”, dizia o tuíte lido pela veterana. No entanto, o perfil @d_delegado, que fez as publicações, está fora do ar”, leu Leda na ‘live’. Este perfil não tinha selo de verificação da autoridade.

Mais tarde, após ter sido bombardeada de críticas por internautas que a alertavam que se tratava de uma ‘fake news’, Leda pediu desculpas pelo que fez e disse que houve uma manipulação do Clube da Notícia, do qual faz parte.

“Pinçou um trecho de dois minutos de uma ‘live’ de 47 minutos e viralizou antes mesmo que eu tivesse voltado com a checagem completa da informação”, tentou justificar. “Lamento. Agora, que vocês já conhecem o que aconteceu, peço desculpas”, disse Leda Nagle.

TETO DESABA NA RECORD RIO: RESUMO DO QUE OCORREU E AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES!

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagem: Reprodução Internet

Advertisement