Maria Beltrão cai no choro com o caso do menino Henry: “Difícil de definir”

A apresentadora Maria Beltrão não conseguiu segurar as lágrimas durante a passagem do Edição das 10 para o Estúdio i, nesta quinta-feira (8). A jornalista da GloboNews se emocionou com as revelações feitas pela Polícia Civil do Rio de Janeiro sobre a morte do menino Henry, de 4 anos.

O vereador Doutor Jairinho e Monique Medeiros, padrasto e mãe da criança, respectivamente, foram presos e são considerados suspeitos do caso. A polícia acusa os dois de atrapalharem as investigações.

A equipe da TV Globo teve acesso às mensagens entre Monique e Thayná de Oliveira, babá de Henry, trocadas no dia 12 de fevereiro. O conteúdo mostra que a profissional havia alertado a mãe de Henry sobre a possibilidade do menor ter sido agredido pelo padrasto.

Após a conclusão da reportagem, Maria Beltrão desabafou diante do polêmico caso: “Obrigada, Cecilia querida, um bom trabalho aí para você… É, a gente está falando de uma realidade inominável. A gente está falando de… Ah, já vou chorar”, disse a apresentadora.

“A gente está falando de algo difícil de se qualificar ou definir. O que a Cecilia acabou de mostrar, com essa entrevista coletiva, e me desculpe por me emocionar, a gente vive em uma época difícil, né?”, acrescentou Beltrão, que precisou da ajuda de Otávio Guedes para seguir o comando o Estúdio i. Confira o momento no fim da nota.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagem: Reprodução TV

Advertisement