Ratinho usa o rádio para defender intervenção militar ‘igual a Singapura’

Ratinho usou a sua emissora de rádio para defender um ato inconstitucional. O apresentador disse no programa Turma do Ratinho, na Rádio Massa, que é a favor da volta da intervenção militar no Brasil.

Para justificar seu discurso fora da Constituição Federal, Ratinho afirmou que a ideia é aprovada por 70% da população. Entretanto, não apresentou nenhuma pesquisa ou dado estatístico que comprove este apoio.

“Se eu abrir uma votação perguntando se o povo é a favor da volta dos militares, dá 70%. Nossa democracia é muito frágil, dá margem para bandido”, disse.

Ratinho ainda usou o que aconteceu em Singapura para justificar suas ideias inconstitucionais e citou um ato feito por Lee Kuan Yew, ex-primeiro ministro do país.

“Ele [Lee] pesquisou do que o povo tinha medo e era dos mendigos batendo nas portas. Ele limpou os mendigos da cidade. Do que as pessoas tinham medo? Morador de rua. Ele tirou todos os moradores de rua e deu um lugar para os caras se virarem… Aqui, se mexer com morador de rua, a imprensa cai em cima do político. Ele começou nos pequenos e chegou no maior”, afirmou.

Vale lembrar que o governo de Lee Kuan Yew é criticado por violar os direitos humanos e por restrições à liberdade. Entre as punições adotadas estão as chicotadas em praça pública e a pena de morte. Em Singapura, a homossexualidade é crime.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagem: Reprodução

Advertisement