Belo é preso no RJ após show na Maré durante o Carnaval

Belo foi preso nesta quarta-feira (17) pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), da Polícia Civil do Rio de Janeiro. O cantor estava em Angra dos Reis, na costa verde fluminense, dentro de uma produtora. Equipamentos e veículos foram apreendidos no local.

A prisão aconteceu no momento em que Belo gravava para o Hora do Faro, da Record TV. O pagodeiro é investigado após ter feito um show  no Complexo da Maré, zona norte do Rio, apesar da Prefeitura do Rio ter proibido eventos de Carnaval.

O evento aconteceu  na Escola Municipal do Parque União, no sábado (13), mesmo sem ter autorização da Secretaria Municipal de Educação. A polícia também investiga a invasão do colégio.

Imagem: Reprodução / TV Globo

No fim de semana, a assessoria do cantor comentou sobre o show: “Fizemos o show seguindo todos os protocolos. Não temos controle do geral. Isso nem os governantes têm. As praias estão lotadas, transportes públicos, e só quem sofre as consequências são os artistas. Que foi o primeiro segmento a parar, e até agora não temos apoio de ninguém sobre a nossa retomada. Sustentamos mais de 50 famílias”, tentou justificar, em reportagem na TV Globo.

Além de Belo, outras quatro pessoas são alvo de mandatos de prisão: Célio Caetano, sócio da produtora; Henriques Marques, o Rick, sócio da produtora; e Jorge Luiz Moura Barbosa, o Alvarenga, chefe do tráfico na comunidade Parque União.

Essa não é a primeira vez que Belo vai preso. Em dezembro de 2002, ele foi condenado a seis anos de detenção por associação ao tráfico de drogas.

No fim de 2020, Isadora Alkimin Vieira, filha de Belo, foi presa após investigação sobre uma estrutura telefônica para aplicar golpes. Dias depois, a jovem foi solta.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagem: Divulgação

Advertisement