Polícia apreende passaporte e R$ 470 mil em espécie na mansão de Nego do Borel

A Polícia Civil de São Paulo, apoiada por autoridades do órgão no Rio, cumpriu na manhã desta quinta-feira (28) dois mandados de busca e apreensão contra o cantor Nego do Borel.

As autoridades foram até a casa de Nego, no Recreio dos Bandeirantes, na zona oeste do Rio, e apreenderam R$ 470 mil em espécie, dentro do cofre da casa, e o passaporte do funkeiro.

As buscas ocorrem quinze dias após a ex-noiva de Nego, Duda Reis, ir até a polícia paulista e registrar um boletim de ocorrência.

Dentre as acusações, a influencer disse que tinha uma relação abusiva com o cantor, além dele possuir em casa uma arma e uma alta quantia de dinheiro em espécie. Na ocasião, o funkeiro negou todas as acusações. A justiça expediu medida protetiva em favor de Duda, dias depois.

NEGO NÃO ESTAVA NA MANSÃO

Nego estava em São Paulo, onde a polícia também o procurou. Agentes da civil apreenderam telefones celulares e um computador. Até o momento, o cantor não se manifestou sobre o caso.

A assessoria de imprensa que atende Nego informou que o caso será tratado pela advogada que vem defendendo o cantor.

“Infelizmente, não posso passar detalhes sobre esse procedimento, cujo sigilo foi decretado, estando pois sob ‘segredo de justiça’. Assim que levantado o sigilo, estarei à disposição”, disse a Drª Elizabeth Medeiros, através da assessoria de Nego.

Vale lembrar que no mesmo dia que Duda registrou queixa contra o ex-noivo, Nego também foi a delegacia no Rio e fez um boletim de ocorrência contra ela por calúnia e difamação.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagem: Reprodução Internet

Advertisement