Ouvidoria pede abertura de inquérito contra Marcius Melhem

Após oito mulheres formalizarem denúncia contra o humorista Marcius Melhem, o caso, agora, foi parar no Ministério Público do Rio de Janeiro.

Segundo informações obtidas em primeira mão pela colunista Fábia Oliveira, de O Dia, a promotoria da Ouvidoria das Mulheres do Conselho Nacional do Ministério Público está cuidando do caso.

A promotora Gabriela Mansur enviará ao MP a solicitação de abertura de um inquérito criminal e também pedirá à justiça medidas cautelares contra as denunciantes: que Melhem não se aproxime ou tente abrir comunicação com as vítimas durante toda a fase de investigação.

A defesa de Marcius Melhem disse ao jornal O Dia que vê como natural o pedido da Ouvidoria e que espera que o caso seja esclarecido na justiça.

O advogado José Luis Oliveira Lima lamentou que isso tenha sido feito depois da tentativa de julgamento apenas na opinião pública. Mais uma vez, a defesa acrescenta que o sistema de comunicação de Melhem está à disposição na justiça.

AUDIÊNCIA ADIADA

A audiência de reconciliação entre Marcius Melhem e a revista Piauí, que trouxe a denúncia com detalhes minuciosos sobre o caso de Dani Calabresa, foi adiada. Segundo o despacho, a ação conciliatória pode ocorrer em qualquer fase do processo.

Vale lembrar que Marcius Melhem é acusado por um grupo de mulheres que trabalharam na TV Globo de assédio moral e sexual. A emissora, até aqui, não emitiu um comunicado público sobre o caso para não expor “denunciantes e denunciado”.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagem: Divulgação / Record TV

Advertisement