Orla bloqueada: Saiba todas as regras para quem deseja passar o Réveillon no Rio

Quem decidiu passar o Réveillon de 2020 para 2021 no Rio terá que saber que as regras serão grandes e fortes. Os infratores das determinações governamentais poderão pagar multas que podem chegar a R$ 15 mil por infração. Tudo para conter a pandemia do novo coronavírus. A taxa de mortos no estado do RJ é a maior do país: 144 mortes por 100 mil habitantes, segundo o Ministério da Saúde.

O Audiência Carioca montou um roteiro prático para quem irá passar o Réveillon na Cidade Maravilhosa.

HORÁRIO

Os bloqueios começam a partir das 20h de 31 de dezembro e vão até as 3h da manhã de 1º de janeiro

PRAIAS

Bloqueio de todos os acessos à Orla, da Praia do Flamengo ao Recreio dos Bandeirantes, na altura do Pontal. Serão, ao todo, 40 pontos de bloqueio.

MORADORES

A partir das 20h só vão ultrapassar os pontos de bloqueio os moradores dos bairros envolvidos. Todos deverão apresentar o comprovante de residência. Quem estiver hospedado em hotéis à frente dos bloqueios, terá que comprovar a estadia.

COPACABANA

Os bloqueios acontecem no Túnel Velho, Corte do Cantagalo e na Enseada de Botafogo.

BARRA DA TIJUCA

Um dos principais pontos de bloqueio vai ocorrer na Avenida Ayrton Senna, próximo ao terminal Alvorada, região que dá acesso às praias do bairro.

ESTACIONAMENTO

O bloqueio começa mais cedo: estacionamento proibido na Lagoa Rodrigo de Freitas, ruas internas de Botafogo, Copacabana, Ipanema, Leblon, São Conrado, Barra da Tijuca e Recreio dos Bandeirantes, a partir da 00h01 min de 31 dezembro. Os estacionamentos da rede privada estão liberados.

TÁXI E CARROS DE APLICATIVO

Motoristas de táxi que não tiverem passageiros não poderão ultrapassar os pontos de bloqueio. Carros de aplicativo não terão acesso aos espaços bloqueados, ainda que estejam com passageiros.

TRANSPORTE PÚBLICO

Os transportes públicos [ônibus e metrô] que acessam Copacabana e a Barra da Tijuca deixarão de circular nestas regiões a partir das 20h de 31 de dezembro.

ÔNIBUS DE TURISMO

Os ônibus, micro-ônibus e vans de turismo serão proibidos de entrar no município do Rio a partir de 00h01 do dia 31 de dezembro, e só poderão entrar na cidade a partir das 6h de 1º de janeiro.

PEDESTRES

Os bloqueios são limitados a veículos de transporte. Não haverá impedimento para quem estiver a pé.

SOM ALTO

Uso de equipamentos de som está proibido em toda a orla, a partir da 00h01 de 31 de dezembro até 6h do dia 1 de janeiro;

FOGOS

Os fogos estão proibidos em toda a orla, incluindo bares, restaurantes e hotéis. Pedestres também não podem soltar os artefatos.

‘DELIVERY’

Serviços de ‘delivery’ estão proibidos assim que iniciarem os bloqueios no bairro, já que nenhum veículo que não pertença a morador poderá entrar nos bairros.

COMÉRCIO NOS BAIRROS BLOQUEADOS

Bares, restaurantes, hotéis e clubes que tiverem alvará para realização de festas e jantares estão liberados, desde que cumpram as medidas sanitárias.

QUIOSQUES NA PRAIA

Os quiosques da praia podem funcionar, mas estão proibidos de fazerem cercadinhos e de shows ao vivo. Música alta também está proibida.

FOGOS

Não haverá a tradicional queima de fogos em toda a orla carioca, em respeito às vítimas da covid-19. Também não haverá show, nem mesmo virtuais.

AREIA DA ORLA

Proibido dormir em toda a faixa de areia da orla, com ou sem barracas de ‘camping’.

BARRAQUEIROS

Os barraqueiros na areia poderão trabalhar até as 20h do dia 31 de dezembro. A atividade só pode ser retomada a partir das 6h do dia 1 de janeiro. Ambulantes licenciados não estão proibidos e podem atuar nas areias.

MULTA

A desobediência vai gerar multas aos infratores. O valor é salgado e pode chegar a R$ 15 mil por infração, podendo ser dobrado. Os estabelecimentos podem ser multados e interditados e ter o alvará de funcionamento cassado.

VEJA MAIS:

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagens: Arte