Urgente: Prefeito Marcelo Crivella é preso no Rio

Marcelo Crivella foi preso na manhã desta terça-feira (22) no Rio. O atual prefeito do Rio é alvo de operação do Ministério Público do RJ.

Além dele, o empresário Marcelo Alves também foi detido. Ambos são investigados por conta de esquemas de corrupção dentro da Prefeitura, batizado de QG da propina.

Alves nunca teve cargo na Prefeitura, mas, segundo as investigações, despachava dentro da Cidade das Artes, na Barra.

Crivella foi preso em sua casa, no Condomínio Península, na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio. Ele foi levado para a Cidade da Polícia, no Jacarezinho, na zona norte do Rio, para prestar depoimento. Em setembro, Crivella foi alvo de busca e apreensão pelo MP-RJ.

Em entrevista à TV Globo e ao SBT, durante a chegada na Cidade da Polícia, Crivella disse que a prisão se trata de “perseguição política”. Os acusados passarão por uma audiência de custódia, às 15h de hoje (22), e podem ser liberados para responder em liberdade.

Mauro Macedo, tesoureiro da campanha de Crivella, também é alvo da investigação e está na Cidade da Polícia. Mauro é primo de Edir Macedo, dono da Igreja Universal do Reino de Deus e da Record TV.

Em setembro, o Fantástico teve acesso à investigação do MP-RJ, onde Crivella, Mauro e Alves eram citados. A Igreja Universal também consta como objeto de investigação. O órgão apura se a instituição era usada para lavar propina vinda da prefeitura. Todos negam as acusações.

Mesmo com a máquina pública em mãos, Marcelo Crivella não se reelegeu para a Prefeitura do Rio e foi derrotado por Eduardo Paes. Durante a campanha, Crivella disse, por vezes, que era certa a prisão de Paes, mas acabou preso antes do seu rival político.

Como Crivella não tem vice-prefeito por conta da morte de Fernando Mac Dowell, os nove dias restantes de seu mandato serão cumpridos por Jorge Felipe (DEM/RJ), presidente da Câmara dos Vereadores.

VEJA MAIS:

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagem: Divulgação