Eleições na mídia: DJ Tubarão fica de fora e Gabriel Monteiro é o famoso mais votado

As eleições envolvendo os famosos no Rio de Janeiro foi muito bom para alguns e nem tanto para outros. Muitos deles concorreram pela primeira vez a uma das cadeiras do legislativo do Rio.

Saiba quantos votos os famosos tiveram os principais famosos que disputaram ao cargo de vereador no Rio de Janeiro

O youtuber e ex-PM Gabriel Monteiro (PSD) teve 60.326 votos (2,29%) e foi o terceiro vereador mais votado na cidade. Gabriel tem 2,58 milhões de inscritos em seu canal no Youtube e coleciona polêmicas durante a passagem pela polícia militar.

O vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz (PL), teve 40.938 votos (1,55%) e foi o sexto vereador mais votado na cidade.

A viúva de Marielle Franco, Mônica Benício, (PSOL) teve 22.919 votos (0,87%) e foi a 12ª vereadora mais votada na cidade. Marielle foi uma das vereadoras mais votadas em 2016 e em março de 2018 acabou brutalmente assassinada em um crime até hoje não esclarecido pelas autoridades.

A Mãe Loira, Verônica Costa (DEM), teve 17.939 votos (0,68%) e foi a 24ª vereadora mais votada da cidade. Trata-se do quinto mandato consecutivo da comunicadora. Em 2016, Verônica teve um desempenho um pouco melhor: 19.946 votos (23ª vereadora mais votada).

Famoso pela produção de festas no Rio, Marcelo Arar (PTB) teve 12.330 votos (0,47%) e foi o 38º vereador mais votado na cidade e está reeleito.

DERROTADOS NA URNA

DJ Tubarão (REPUBLICANOS, foto na capa) teve 3.130 votos (0,12%) em sua primeira tentativa de se tornar vereador. Ele fica como suplente do partido. Tubarão foi demitido da Record TV durante o período eleitoral em uma onda de cortes que teve na emissora em setembro.

A apresentadora Luciana Picorelli (PATRIOTAS) teve 1.162 votos (0,04%) em sua primeira tentativa de se tornar política. Luciana também fica como suplente.

O sonoplasta Toninho Bondade (PDT), ex-Show do Antonio Carlos e Otaviano Costa, teve 2.273 votos (0,09%). Trata-se da primeira tentativa de Toninnho para entrar na política. Toninho fica como suplente.

Famosa por comandar investigações que chama atenção do povo carioca, a Delegada Adriana Belém (PSC) teve 3.523 votos (0,13%). Ela contou com o apoio do ex-jogador Adriano, do Flamengo. Ela também fica como suplente.

Priscila Nocetti (PP), esposa de Rômulo Costa, um dos donos da Furacão 2000, teve 881 votos e também aguarda uma vaga com suplente.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagem: Divulgação