Emissoras de TV nos EUA cortam discursos de Trump com ‘fake news’

Donald Trump “sentiu a água encostar no traseiro” e decidiu partir para o choro livre durante um de seus discursos obre a apuração das eleições americanas.

O atual presidente dos EUA não aceita ser derrotado para o democrata Joe Biden, que vem despontando como grande favorito nas últimas horas.

Sem apresentar sequer uma prova até o momento, Trump vem acusando as eleições de fraude. Como não apresenta um embasamento sobre o que chama de “votos ilegais”, grandes emissoras de TV dos EUA decidiram cortar o pronunciamento da autoridade republicana.

Os canais MSNBC, NBC News e ABC News cortaram, ao vivo, o discurso sem provas de Donald Trump. O Twitter também vem bloqueando postagens do presidente norte-americano por ausência de provas.

“Estamos assistindo o presidente Trump falando ao vivo da Casa Branca e temos que interromper aqui porque o presidente fez uma série de declarações falsas, incluindo a noção de que houve votação fraudulenta. Não houve nenhuma evidência disso. Alegações de sua campanha, mas seus porta-vozes não foram capazes de fornecer qualquer evidência”, afirmou  Lester Holt, do canal NBC

“Bom, aqui estamos novamente, na posição incomum de não apenas interromper o presidente dos Estados Unidos, mas também corrigi-lo”, interrompeu Brian Williams, apresentador da MSNBC.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!

Imagem: Reprodução Internet