Jovem Pan demite Rodrigo Constantino após opinião sobre o caso Mari Ferrer

O comentário feito por Rodrigo Constantino no caso Mari Ferrer acabou saindo caro. O economista foi demitido da Rádio Jovem Pan, após comentar sobre a polêmica na manhã de hoje (4).

Mari alega ter sido estuprada pelo  empresário André Camargo, em 2018, em uma boate de Florianópolis (SC). Durante a audiência, que absolveu André, Mari foi duramente criticada pelo advogado de defesa Claudio Gastão da Rosa Filho. Constantino emitiu a seguinte fala durante uma ‘live’:

“Se a minha filha chegar em casa… Isola! [bate na madeira]… Mas se minha filha chegar em casa – e eu dou boa educação para que isso não aconteça, mas a gente nunca controla tudo. Se ela chegar em casa e falar ‘Pai, fui em uma festinha… Ah, fui estuprada!’. Me dá as circunstâncias. ‘Ah, fui para uma festinha, eu e três amigas, tinham dezoito homens, nós bebemos muito, e eu estava ficando com dois caras, eu acabei dormindo lá e fui abusada’. Ela vai ficar de castigo, feio. Eu não vou denunciar um cara desse para polícia. Eu vou dar esporro na minha filha. Que alguma coisa ali, ela errou feio. Eu devo ter errado, para ela agir assim. Né?! Que é um comportamento absolutamente condenável. Só que a gente não pode falar mais essas coisas hoje em dia. Que existe mulher decente também ou piranha. Né?! Que eu acabei de falar que um homem não faz uma coisa dessa não é decente. Mas, não existe também ideia de mulher decente? Feministas querem que não. Por quê? Porque feminista é tudo recalcada, ressentida, normalmente mocreia, vadia, odeia homem, odeia união estável, casamento. Odeia tudo isso… Só por isso. Ou é um instrumento de homem malandro e canalha”, disse Constantino em um debate na JP.

CRÍTICAS NA INTERNET

Imediatamente, o assunto foi um dos mais comentados na internet e uma avalanche de críticas surgiram na internet contra Rodrigo Constantino e a rádio. A emissora, então, decidiu demitir seu comentarista.

O Grupo Jovem Pan tem como premissa a liberdade de expressão e o amplo debate entre seus comentaristas. Diante do ocorrido nesta quarta-feira em uma live independente promovida fora de nossas plataformas por um de nossos comentaristas, o Grupo Jovem Pan esclarece que desaprova veementemente todo o conteúdo publicado nos canais pessoais e apresentado nessa live.

Reafirmamos que as opiniões de nossos comentaristas são independentes e necessariamente não representam a opinião do Grupo Jovem Pan.
No caso de Mariana Ferrer, defendemos que a vítima não deve ser responsabilizada pelos atos de seu agressor, apesar do respeito que todos nós devemos ter às decisões judiciais.
Em consequência do episódio, na tarde desta quarta-feira (4/11), Rodrigo Constantino foi desligado de nosso quadro de comentaristas.

Rodrigo Constantino segue contratado pelo portal R7 e pela Record News.

GOOGLE NOTÍCIAS: SIGA NOSSA PÁGINA E RECEBA AS INFORMAÇÕES DO AUDIÊNCIA CARIOCA!