ACERJ anuncia adiamento de eleições e mandato de Eraldo Leite é prorrogado

A Associação Cronistas Esportivos Rio Janeiro (ACERJ) anunciou nesta segunda-feira (19) que irá prorrogar as eleições do corpo diretivo do órgão. O pleito estava marcado para 31 de outubro, daqui a 11 dias.

Segundo nota expedida pelo Conselho Superior da ACERJ, a pandemia do novo coronavírus é o motivo do adiamento.

“Dadas as circunstâncias de pandemia pelo coronavírus, e em que pese a redução das taxas de contaminação, ainda vivemos uma situação de extrema limitação da locomoção das pessoas, haja vista que as redações estão trabalhando com número mínimo de profissionais, predominando o trabalho em ‘home office’, até mesmo nas transmissões de jogos no rádio e na televisão”, informou o comunicado.

Outro motivo alegado pelo adiamento é muitos associados pertencem ao grupo de risco do coronavírus: “Além disso, o quadro de sócios da ACERJ possui muitos associados com mais de 60 anos, ou seja, que já entraram na faixa de risco preconizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS”.

Desta forma, o Conselho Superior da ACERJ decidiu prorrogar o mandato da atual diretoria, presidida por Eraldo Leite e com Ricardo Gonzalez, no cargo de vice-presidente.

PRORROGAÇÃO DO MANDATO

“Em vista disso, mesmo a contragosto, o Conselho Superior da ACERJ decidiu prorrogar o mandato da atual Diretoria (que já tinha sido estendido até 31 de outubro) por mais três meses, ou seja, até 31 de janeiro”.

Desta forma, as eleições estão remarcadas para 31 de janeiro. A nota do Conselho Superior da ACERJ é assinada por José Rezende (presidente), Oscar Nora, Tadeu de Aguiar e Fabio Azevedo.

Confira na íntegra a nota do Conselho Superior da ACERJ:

Dadas as circunstâncias de pandemia pelo coronavírus, e em que pese a redução das taxas de contaminação, ainda vivemos uma situação de extrema limitação da locomoção das pessoas, haja vista que as redações estão trabalhando com número mínimo de profissionais, predominando o trabalho em “home office”, até mesmo nas transmissões de jogos no rádio e na televisão.

Os repórteres não podem frequentar os treinos dos clubes, as entrevistas são quase todas em videoconferência e as viagens dos profissionais para cobertura dos jogos em outras praças se reduziram a quase zero.

Além disso, o quadro de sócios da ACERJ possui muitos associados com mais de 60 anos, ou seja, que já entraram na faixa de risco preconizada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Em vista disso, mesmo a contragosto, o Conselho Superior da ACERJ decidiu prorrogar o mandato da atual Diretoria (que já tinha sido estendido até 31 de outubro) por mais três meses, ou seja, até 31 de janeiro.

A partir daí, devem ser tomadas as providências para a realização das Eleições da nova Diretoria, Conselho Superior e Comissão Fiscal para o triênio 2020-2023.

Rio de Janeiro, 19 de outubro de 2020

Conselho Superior da ACERJ

José Rezende (presidente)

Oscar Nora

Tadeu de Aguiar

Fabio Azevedo