Documentário sobre Os Trapalhões é contemplado com edital de cultura

O documentário Trapalhadas sem Fim, dirigido pelo jornalista Rafael Spaca, conseguiu um feito importante na reta final de produção. O trabalho foi contemplado em um edital de cultura feito pela Prefeitura de São Paulo.

Desde o início de setembro, o Trapalhadas sem Fim foi autorizado a captar um valor na faixa dos R$ 400 mil para a divulgação do filme através de empresas da iniciativa privada, que poderão deduzir este valor em serviços de ISS e IPTU. Como se trata de um incentivo cultural do município de São Paulo, apenas empresas situadas na capital paulista poderão entrar neste projeto.

O Trapalhadas sem Fim tinha previsão de lançamento em 2020, mas diante da pandemia do coronavírus, as negociações para exibição foram postergadas. Todas as emissoras de televisão vêm sofrendo com a queda de publicidade durante o ano, apesar da audiência da maioria delas ter aumentado. Também há negociações com empresas de streaming em andamento.

Pela internet, fãs do documentário fizeram um abaixo assinado pedindo a divulgação imediata do conteúdo. Um financiamento coletivo em prol da produção do Trapalhadas sem fim também foi criado.

Imagem: Arquivo