Jornalista acusa segurança de truculência em banheiro de shopping no Rio

O jornalista Gabriel Gontijo usou as redes sociais para denunciar um problema que enfrentou nesta terça-feira (8). Após passar pelas dependências do Center Shopping, situado em Jacarepaguá, Gontijo contou no Facebook que foi vítima de truculência em um dos banheiros do estabelecimento.

“Acabo de ser vítima de uma agressão de um segurança no Center Shopping Rio, localizado em Jacarepaguá, mais precisamente no Tanque. Estou em um trabalho temporário numa agência de comunicação em São João de Meriti e recebi meu salário em espécie. Por questões de segurança, escondi o dinheiro e fui para Jacarepaguá para encontrar minha esposa Marcelle, que estava na casa dos meus sogros, pois moram no bairro. Antes de chegar à residência deles, passei no Center Shopping para depositar o dinheiro numa agência bancária de lá por questões de segurança, afinal estamos no Rio de Janeiro. E como já fui assaltado quatro vezes e escapei de outros possíveis roubos, naturalmente iria ter muita cautela. Justamente por isso, entrei no banheiro e fechei a porta privativa do sanitário para não ficar com a quantia sendo exposta. E para a minha desagradável surpresa, o segurança ARROMBOU a porta da cabine. Isso mesmo. ARROMBOU. E perguntou o que eu estava fazendo”, contou Gabriel Gontijo.

Após relatar ter sua privacidade invadida, Gontijo contou que não se machucou por sorte: “Só não me machuquei por fiquei de pé e numa posição onde minha perna estava à frente de maneira inclinada. A porta bateu no meu tênis e por isso não me machuquei. Mas e se estivesse numa posição onde poderia me machucar ou até me ferir? E se realmente eu estivesse usando o vaso sanitário? É certo ter minha privacidade invadida por uma suspeita NÃO confirmada? Infelizmente senti na pele hoje o que algumas vítimas sofrem com esses seguranças. E olha que minha situação foi ‘leve'”, encerrou a postagem.

DETALHES

O Audiência Carioca procurou Gabriel Gontijo para pedir mais detalhes sobre a situação relatada em sua rede social. O jornalista revelou que o caso ocorreu por volta das 20h30 e que o segurança não se identificou. “Eu não guardei o nome de segurança. Ele tinha pele branca e era careca”, contou.

Questionado se procurou a administração do Center Shopping, Gontijo revelou que após a situação constrangedora, só pensou em deixar o local. Nós perguntamos ainda se ele acredita ter sido vítima de algum tipo de preconceito:

“Eu sinceramente não sei. Não sei se é porque se eu estava com uma aparência pobre. Não estava largado. Meu cabelo estava bem cortado, com a barba feita. Estava com uma blusa normal, calça jeans e mochila. Não sei se o segurança achou que eu era um potencial ladrão. Quando eu entrei na parte social do banheiro, já havia um segurança lá. Ele me olhou, mas achei nada de anormal. Mas, quando eu entrei na cabine privativa aconteceu tudo com um segundo segurança, que eu detalhei as características”, explicou.

Gabriel Gontijo revelou que havia um segundo cliente no banheiro, mas que já estava de saída do local antes de tudo acontecer. “Senti na pele isso que muitos seguranças de shopping estão fazendo. Isso porque eu sou branco. Imagina se eu fosse negro”, desabafou.

CENTER SHOPPING – ATUALIZAÇÃO 09/09/2019 – 18:39

O Audiência Carioca procurou a assessoria do Center Shopping e enviou a mensagem postada por Gabriel Gontijo na íntegra em suas redes sociais. Até o fechamento da nota a mensagem não foi lida.

Na noite desta quarta-feira (9), a assessoria de imprensa que atende o shopping emitiu o seguinte comunicado:

“Em relação ao fato noticiado na última terça-feira (08/09), a administração do Center Shopping esclarece que repudia qualquer atitude de violência e destrato, assim como qualquer prática que possa ferir o direito de liberdade de seus clientes e visitantes. A direção do empreendimento está apurando os fatos e se coloca à disposição das autoridades para colaborar no que for necessário”.

Imagem: Reprodução Internet