Luiza Brunet perde direito à união estável com o empresário Lírio Parisotto

Luiza Brunet não teve reconhecida na justiça a união estável com o empresário Lírio Parisotto e, desta forma, não terá direito a tudo que o casal conquistou entre os anos de 2011 e 2016.

Segundo informações da coluna de Mônica Bérgamo, do jornal Folha de S. Paulo, a decisão saiu na manhã desta sexta-feira (21) através da 5ª  Câmara do Tribunal de Justiça de São Paulo. Luiza perdeu por 3 votos a 0.

Vale lembrar que em 2017, Lírio foi condenado a um ano de prestação de serviços por conta de um processo de agressão movido por Luiza Brunet.

Derrotada no processo de união estável, Luiza foi ao Instagram e deixou o seu recado: “A minha maior vitória já aconteceu. Foi a condenação do meu agressor. O reconhecimento da união estável faz parte da minha vida e é um direito que tenho. A luta continua por mim e por todas as mulheres”, postou.

View this post on Instagram

NOTA.

A post shared by Luiza Brunet 🧿 (@luizabrunetoficial) on

Imagem: Reprodução / Instagram