Treta! Mãe Loira Verônica Costa diz que é a dona da Furacão 2000. Rômulo Costa nega

Quatro anos após o escândalo da troca de mensagens entre Verônica Costa e Priscila Nocetti, a briga pela marca Furacão 200 volta à tona.

Na noite desta terça-feira (18), Verônica foi ao Instagram da Furacão 2000 Original e voltou a dizer que é a verdadeira e legítima detentora da marca. A Mãe Loira informou que houve um acordo com Rômulo Costa, seu ex-marido, em 2018, e ela é quem cuida da Furacão.

“Informamos que Rômulo Arthur Costa procurou Verônica Chaves de Carvalho Costa para a realização de um acordo por meio do qual entregou a marca Furacão 2000 para Verônica”.

Entretanto, Rômulo diz que a história não é bem essa. Em entrevista à coluna de Fábia Oliveira, o Pai Moreno disse que a marca pertence a ele e Virgínia, sua primeira esposa, antes mesmo de se relacionar com Verônica.

RÔMULO FALA

“A marca Furacão 2000 é minha e da minha ex-mulher Virgilaine Dutra há mais de 45 anos. Estamos, inclusive, fazendo lives de 45 anos da ‘Furacão 2000’, que passa pelo Black Soul até os dias atuais. As apresentadoras, que passaram pela ‘Furacão 2000’ e deram grande contribuição ao projeto, nem eram nascidas quando eu conheci Gilberto Guarani, meu primeiro sócio. Quando casei com a Virgilaine resolvemos montar uma empresa nossa, a Furacão Produções Artísticas, que está até hoje no mercado de entretenimento, levando o nosso som para o mundo todo. Existem duas ações na Justiça, uma no âmbito federal e uma no âmbito estadual, sem decisão, onde se pede o direito da marca. Como eu disse, sem decisão. A Furação 2000 Produções Artísticas continua sendo do Rômulo Costa e Virgilaine Dutra”, contou o empresário.

No comunicado, a conta Furacão 2000 Original, administrada por Verônica, diz que vem “a público informar que, no uso de suas atribuições, está levando a cabo a responsabilização cível e criminal de pessoas físicas e jurídicas implicadas na utilização indevida da Marca Furacão 2000 em Shows, Lives e redes sociais.”, conclui.

VERÔNICA FALA

À coluna de Fábia Oliveira, Verônica Costa fez a seguinte afirmação do caso: “É mais uma nota de esclarecimento de uma decisão judicial final de um acordo entre eu e o Rômulo. As pessoas precisam saber que na hora de contratar e contactar é com a Mãe Loira, comigo, e tem outra coisa a ‘Furacão 2000’ é da massa funkeira. Precisamos cuidar da  história do funk que é a ‘Furacão 2000’. Existem alguns mal-entendidos, mas a ‘Furacão’ é da Mãe Loira, é da massa funkeira”, disse.

O entreveiro todo se iniciou em dezembro de 2018, quando Verônica Costa voltou a usar a marca Furacão 2000 original. No mês seguinte, Priscila Nocetti disse que “já já a palhaçada ia acabar”. Entretanto, a treta chegou até aqui.

View this post on Instagram

NOTA DE ESCLARECIMENTO – FURACÃO 2000 Informamos que ROMULO ARTHUR COSTA procurou VERONICA CHAVES DE CARVALHO COSTA para a realização de um acordo por meio do qual entregou a marca Furacão 2000 para Veronica. Assessoria Jurídica, por meio desta, informa aos patrocinadores, contratantes e contratados, veículos de imprensa e demais órgãos, instituições e pessoas interessadas, que VERONICA CHAVES DE CARVALHO COSTA é a legítima detentora da marca Furacão 2000. O acordo feito entre VERONICA CHAVES DE CARVALHO COSTA E ROMULO ARTHUR COSTA consta nos autos do Processo: 0002864-59.2003.8.19.0209 (2003.209.002908-5), homologado pelo Excelentíssimo Senhor Juiz Mario Cunha Olinto Filho, na data de 06 de agosto de 2018. Informa-se, ainda, que a marca “FURACÃO 2000”, consta nos registros nºs 817860770, 906739055, 906739217, 906739330 do Instituto Nacional da Propriedade Industrial- INPI em nome de VERONICA CHAVES DE CARVALHO COSTA. Cumpre esclarecer que o ordenamento jurídico brasileiro, à luz da proteção do registro de marcas consagrada na Lei 9.279/96, sedimenta o entendimento em que o uso indevido da Marca Furacão 2000 sujeitará o infrator às sanções de natureza civil e penal. Em razão disto, a presente representação jurídica vem a público informar que, no uso de suas atribuições, está levando a cabo a responsabilização cível e criminal de pessoas físicas e jurídicas implicadas na utilização indevida da Marca Furacão 2000 em Shows, Lives e redes sociais. Atenciosamente, Assessoria Jurídica Veronica Chaves de Carvalho Costa

A post shared by Furacão 2000 Oficial (@furacao2000original) on