Após ameça de processo, Record TV reconhece erro em uso de imagem de influenciador em reportagem sobre pedofilia

A Record TV emitiu um comunicado na tarde desta segunda-feira (3) reconhecendo que cometeu um erro em uma reportagem do Domingo Espetacular.

Na edição de ontem (2), a emissora usou, equivocadamente, a imagem de um perfil falso que consta em uma investigação policial. A foto na conta ‘fake’ pertence ao influenciador Maicon Küster, que foi ao Twitter reclamar da emissora.

“Aí, Record TV, como vocês são capazes de dizer que o pedófilo preso era ‘ele de peruca’ sendo que a foto é minha? Vocês têm noção que eu corro risco de morte por culpa da irresponsabilidade completa de vocês? não só vou processar vocês, como pedirei uma retração público (sic) por esse absurdo”, postou Maicon.

Ciente do erro cometido, a Record TV emitiu uma nota à imprensa na tarde de hoje (3) confirmando o uso equivocado da foto. A emissora promete corrigir o material na edição de logo mais, do Jornal da Record.

COMUNICADO RECORD TV

Durante uma reportagem exibida ontem, 02/08, no Domingo Espetacular, sobre a prisão de um homem acusado de pedofilia no Distrito Federal, foram utilizados vídeos e fotos de perfis falsos que constam da investigação conduzida pela Polícia Civil local. 

Infelizmente, houve um equívoco ao apontar a imagem de um dos perfis como sendo a do pedófilo, quando, na verdade, ele usava fotos obtidas na internet.

Lamentamos o que aconteceu e vamos apresentar, nesta segunda-feira, 03/08, no Jornal da Record, uma reportagem corrigindo a informação.

São Paulo, 03 de agosto de 2020

RECORD TV