Rogério Coutinho e funcionário da Comlurb salvam homem submerso no Cais do Valongo

O repórter Rogério Coutinho e um funcionário da Comlurb precisaram salvar um funcionário da empresa de limpeza pública que tentava tirar o excesso de água no Cais do Valongo. O caso aconteceu nesta quarta-feira (22).

Há dias, o patrimônio carioca foi tomado por uma excessiva quantidade de água, que batia na cintura de um funcionário. Durante os trabalhos, o equipamento apresentou defeito e a carga elétrica acabou atingindo o homem.

O profissional acabou ficando submerso por 40 segundos e precisou ser socorrido dentro da água pelo repórter da Globo e pelo colega da Comlurb. Felizmente, ele passa bem e respondeu aos estímulos minutos depois.