SBT chega a pico de 35 pontos no Rio de Janeiro e bate o JN e Fina Estampa

Foi histórica a retomada do SBT, após ficar dezessete anos sem exibir futebol. A emissora da Silvio Santos bateu a Globo em diversos momentos durante a disputa pela preferência do público no Rio de Janeiro.

O SBT começou atrás da Globo, por volta da 21h02, mas já conquistava um excelente resultado. Naquele momento, o futebol já ostentava 18,5 pontos e a Globo, 23,7.

Em sete minutos, o SBT mostrava o seu crescimento e, às 21h09, a emissora já atingia a marca de 21,9 pontos, ante 25,1 da Globo.

A virada veio por volta das 21h22, quando o Fla Flu superou o Jornal Nacional: 26,1 x 24,2.

Às 21h15, o JN perdia para o jogo narrado por Téo José de 27,2 x 24,5.

Durante a exibição de Fina Estampa, a Globo ficou bem distante do SBT. Às 22h36, o futebol conseguiu 31,3 pontos ante 24,7 da novela.

MÉDIA FINAL

O Fla Flu, exibido das 20h40 às 23h10, fechou com média de 26,2 e pico de 35, segundo dados prévios do Ibope no Rio de Janeiro. A Globo terminou na vice-liderança, com 26,1. Às 20h30, meia hora antes da bola rolar, o sistema da empresa ficou fora do ar por alguns minutos.

Cada ponto de audiência no Grande Rio equivale a 47.554 domicílios ou 121.090 telespectadores.

Em São Paulo, o SBT ficou longe de liderar, mas se estabeleceu, na maior parte do tempo, com média de 11,6 pontos e ficou com a vice-liderança garantida. Um resultado satisfatório, já que não havia um grande interesse da praça paulista pelo duelo.

O SBT chegou a liderar por diversos minutos do jogo no Distrito Federal, local onde há uma grande simpatia por clubes do Rio de Janeiro. Por pouco, o futebol não levou da Globo na praça: 19,5 para o SBT ante 20,8 da programação global.

Atualizado 16/07/20 13:28