Ligado à religião evangélica, Bolsonaro manda tocar Ave Maria e presidente da Embratur desafina

Embora se intitule ligado a figuras “terrivelmente” evangélicas, Jair Bolsonaro se mostrou aberto a outra religião durante uma de suas lives nesta quinta-feira (25). Tanto que pediu que Gilson Machado Neto, presidente da Embratur, para usar uma sanfona e cantar, à capela, Ave Maria.

Gilson bem que se esforçou, mas desafinou em diversos momentos da homenagem para as mais de 53 mil vítimas fatais do novo coronavírus. Além de Bolsonaro, Paulo Guedes, ministro da economia, e uma intérprete de libras também participaram da ‘live’.