Por coronavírus, Padre da Rede Vida detona governo Bolsonaro: “Irresponsabilidade”

O Padre Juarez de Castro, que comanda o três atrações na Rede Vida, usou as redes sociais para detonar o presidente Jair Bolsonaro. O sacerdote discorda das políticas adotas pelo governo federal no combate ao coronavírus:

“Irresponsabilidade do presidente. Não me importa quem votou quem não votou… Nesse momento, todos os líderes, todos os estadistas, todos os chefes de estado, todos as pessoas no mundo todo, estão preocupadas não com números, mas com vidas. Angela Merkel [Chanceler da Alemanha] fazia um discurso dizendo ‘pessoas não são números. Não são estatísticas. Pessoas são pessoas. Precisam ser preservadas. As suas vidas valem. Uma vida vale. Não é tempo de relaxamento”, disse.

Juarez ainda foi a favor da ciência dizendo que cada um deve agir dentro da sua função em um momento tão delicado como o da atual pandemia:

“Cada macaco no seu galho, senhor presidente. O senhor tem que saber de uma coisa: nós estamos vivendo um tempo em que os pobres vão morrer mais. Os velhinhos vão morrer mais… O que eu vou dizer agora, mas sabe quem quer o relaxamento de confinamento? São aqueles que são mais ricos que quando estão doentes vão para o Sírio Libanês ou para o Albert Einstein… Eles não vão morrer de coronavírus, porque eles têm um hospital e um respirador à sua disposição”, afirmou Juarez.

Vale lembrar que a Rede Vida foi apontada como uma das emissoras que vem se aproximando do governo Bolsonaro nos últimos tempos, segundo informações do Estadão, em 5 de junho.

O Padre Juarez de Castro apresenta o Rosário da Vida, Hora da Família e o Programa Palavra do Cardeal na emissora.