Sequestrador de Marina Araújo, e que procurava por Renata Vasconcellos, teria problemas neurológicos

O sequestrador de Marina Araújo, repórter da TV Globo, começa a ter sua identidade revelada. Tudo indica que o rapaz seja capixaba.

Thelma Francisco Rosa, de 53 anos, entrou em contato com a redação do portal Gazeta, ligado ao Grupo Globo no Espírito Santo, aflita e pedindo informações do sequestrador preso. A senhora diz que é mãe do rapaz, que se chamaria Thomas e teria 25 anos.

O sequestrador foi detido na tarde de ontem (10), após furar o esquema de segurança da Globo e pedir a presença de Renata Vasconcellos, aniversariante na ocasião. Com uma faca, ele ameaçou Marina, até que a titular do Jornal Nacional viesse ao local do cárcere.

Thelma revelou à Gazeta que só soube que o sequestrador poderia ser seu filho na madrugada desta quinta-feira (11). O filho havia saído de casa sem dizer para onde iria e que nunca imaginava que ele viria ao Rio de Janeiro.

A senhora também contou que Thomas teria falado sobre Renata há uns dias. Segundo Thelma, o filho disse que a apresentadora teria se hospedado em hotel onde ele trabalha no Espírito Santo e que, ao ouvir aquilo, achou que se tratava de imaginação dele. Ela diz que o filho já tinha falado sobre uma visita do Papa Francisco ao local. O pontífice não vem ao Brasil desde 2013.

Thelma ainda contou que Thomas sofreu um acidente de trânsito em dezembro do ano passado, quando se dirigia ao Rio de Janeiro. Os médicos chegaram a lhe dizer que o acidente ocasionaria problemas neurológicos ao filho.