Revista Época: EBC afasta repórter de cobertura do coronavírus, após pergunta sobre militares

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) afastou um jornalista da cobertura diária da Covid-19. O profissional deixou a cobertura diária no último dia 4 de junho.

Segundo informações da coluna de Guilherme Amado, da Revista Época, um repórter da Rádio Nacional, que estava na cobertura diária do assunto em Brasília, fez a seguinte pergunta:

“Quais critérios estão sendo usados para ocupação dos cargos comissionados no Ministério da Saúde? Militares e empresários sem nenhuma experiência em saúde pública terão condições de combater a maior pandemia dos últimos 100 anos?”, indagou.

A pergunta foi enviada a um grupo de WhatsApp de jornalistas que participam da coletiva virtual do Ministério da Saúde. Algumas perguntas são retiradas deste canal de comunicação para serem respondidas na coletiva.

Conforme noticiou Amado, passados 1h30 min do envio da pergunta, o jornalista da Nacional recebeu uma mensagem de sua chefia. Neste momento, ele ficou sabendo que estava de fora da cobertura diária do Coronavírus.

A pergunta feita, claro, não foi escolhida para ser respondida na coletiva.