Adalberto Neto fala sobre a carreira, o racismo, O Sétimo Guardião e saída de O Globo

O jornalista e roteirista Adalberto Neto é o entrevistado da semana do canal do Audiência Carioca no Youtube.

Militante do letramento negro no Brasil, Adalberto falou sobre a campanha Vidas Negras Importam, que tomou conta das redes sociais nos últimos dias. A sequência de jovens negros mortos no Rio de Janeiro chama a atenção, por conta das incansáveis operações da polícia em comunidades em todo o estado.

Durante o período da quarentena, o jornalista tem colocado para fora o lado roteirista que tem dentro dele: “Eu invisto nisso desde sempre”, contou. A rotina de casa mudou completamente. São duas horas por dia dedicadas a produzir conteúdo para o seu Diário da Quarentena, disponível em suas redes sociais, onde faz uma reflexão com bom humor do difícil momento.

Adalberto ainda conversou sobre a participação do Master Class, curso que originou a novela O Sétimo Guardião. O jornalista deu detalhes de como foram os bastidores da criação do produto, alvo de disputa judicial por parte dos alunos, Aguinaldo Silva e TV Globo.

Por fim, ainda houve tempo de esclarecer sobre a saída do InfoGlobo, em dezembro de 2019. Sucesso entre os cariocas no Treta Show, Adalberto foi dispensado dos jornais Extra e O Globo, após postar um vídeo do editor de esportes, Márvio dos Anjos, comemorando a vitória do Flamengo dentro da redação do Infoglobo.

Imagem: Redes Sociais